Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos epigenéticos envolvidos na resistência à insulina no músculo esquelético em ratos Wistar obesos e diabéticos goto-­kakizaki

Processo: 21/07063-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Sandro Massao Hirabara
Beneficiário:Natalia Pagliusi Martins
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/09868-7 - Mecanismos celulares e moleculares envolvidos na resistência à insulina e inflamação em ratos Wistar obesos e Goto-Kakizaki magros: causas e associações com dieta e exercício físico, AP.TEM
Assunto(s):Sistema endócrino   Síndrome metabólica   Resistência à insulina   Músculo esquelético   MicroRNAs   Ratos Wistar

Resumo

A resistência periférica à ação da insulina (RI) e inflamação acompanham o desenvolvimento do Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2), tendo prevalência elevada em pacientes obesos. Contudo, um percentual elevado de indivíduos não obesos apresenta DM2, especialmente em determinadas regiões. Por exemplo, no Brasil, o percentual atinge de 10% a 20%, enquanto que, no Japão, cerca de 60% dos pacientes com DM2 não são obesos. As causas associadas ao desenvolvimento de DM2, especialmente nesse último caso, ainda permanecem por serem completamente elucidadas. Estudos recentes indicam o envolvimento de diferentes microRNAs (miRs) no desenvolvimento da resistência à insulina no músculo esquelético, embora os mecanismos moleculares não sejam completamente conhecidos até o momento. Dessa forma, esse projeto investigará o papel de diferentes miRs no quadro de resistência à insulina no músculo esquelético de ratos GK (modelo de DM2, magro) e Wistar obesos induzidos pela dieta hiperlipídica. Os mecanismos moleculares serão analisados através da determinação da expressão de proteínas-chave envolvidas na sinalização da insulina (Akt e GSK), metabolismo de glicose (GLUT-4, fosfofrutoquinase e citrato sintase) e análise de potenciais miRs envolvidos nesse processo (miR-17, miR-29a miR-29b, miR-106b, miR-27a, miR-30d e miR-135a). Com isso, pretendemos identificar os potenciais miRs como alvos terapêuticos moleculares envolvidos na resistência à insulina no músculo esquelético em ratos GK (diabéticos tipo 2 magros) e Wistar obesos, com o objetivo de direcionar futuros estudos voltados ao desenvolvimento de terapias voltadas à prevenção e/ou tratamento desse distúrbio e doenças relacionadas, incluindo obesidade, diabete mellitus tipo 2, doenças cardiovasculares e síndrome metabólica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)