Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas econômicas, distribuição de renda e atividade econômica: um modelo baseado em agentes para uma economia aberta

Processo: 19/22413-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de outubro de 2021
Vigência (Término): 14 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Teoria Econômica
Pesquisador responsável:Carolina Troncoso Baltar
Beneficiário:Lílian Nogueira Rolim
Supervisor no Exterior: Andrea Roventini
Instituição-sede: Instituto de Economia (IE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa: Scuola Superiore Sant'Anna, Itália  
Vinculado à bolsa:18/21762-0 - Desigualdade de renda, atividade econômica e instrumentos de política econômica: uma abordagem pós-keynesiana, BP.DR
Assunto(s):Atividade econômica   Distribuição de renda   Macroeconomia   Modelos baseados em agentes   Política econômica

Resumo

Esta pesquisa objetiva explorar se a relação entre políticas econômicas, distribuição de renda e atividade econômica depende da estrutura econômica (mecanismos de transmissão e estrutura social). A motivação para esta pesquisa é que a experiência brasileira recente de crescimento econômico com distribuição de renda parece sugerir que a possibilidade de combinar ambos aspectos com sucesso depende da combinação de políticas econômicas e do contexto econômico específico. As políticas econômicas selecionadas são regras de ajuste do salário mínimo, seguro-desemprego, regras de política monetária e política tributária. A principal hipótese é que, como cada instrumento de política econômica tende a alterar a distribuição da renda em favor de certos grupos e afeta outras variáveis macroeconômicas diferentemente, diferentes combinações de políticas econômicas serão mais ou menos apropriadas para combinar crescimento econômico e distribuição de renda em diferentes estruturas econômicas. Para testar esta hipótese, um modelo baseado em agentes para uma economia aberta será desenvolvido e simulado. A importância de considerar uma economia aberta é que a taxa de câmbio é considerada um importante determinante da distribuição de renda. Esta pesquisa objetiva contribuir para o entendimento da relação entre crescimento econômico e distribuição de renda sob uma nova perspectiva. A revisão da literatura indica que distribuição de renda é um tópico relevante de pesquisa de modelos baseados em agentes, mas a abordagem proposta ao tema ainda não foi apresentada, de modo que esta pesquisa pode contribuir para a literatura existente ao analisar o tema sob uma nova perspectiva, bem como modelar um setor externo e um mercado de trabalho mais detalhado e analisar a distribuição pessoal da renda por meio de diversos indicadores. Os resultados dessa pesquisa podem também ajudar a elaboração de políticas públicas que objetivem conciliar distribuição de renda com crescimento econômico ao enfatizar quais canais devem ser mais fortes em contextos específicos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)