Busca avançada
Ano de início
Entree

EFEITOS DOS HERBICIDAS DICAMBA E GLIFOSATO DE FORMA ISOLADA E COMBINADA SOBRE ABELHAS Melipona scutellaris Latreille, 1811.

Processo: 21/04577-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Conservação da Natureza
Pesquisador responsável:Roberta Cornélio Ferreira Nocelli
Beneficiário:Lucas Teodoro Lopes
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/21097-3 - Interações abelha-agricultura: perspectivas para a utilização sustentável, AP.TEM
Assunto(s):Abelhas-sem-ferrão   Ecotoxicologia   Toxicidade

Resumo

As abelhas nativas são polinizadores-chave para plantas nativas e cultivadas. Compreender os efeitos dos produtos utilizados nas culturas sobre as abelhas é crucial e pode ajudar a estabelecer medidas de manejo que ofereçam mais proteção. O objetivo deste estudo será avaliar a influência de diferentes doses dos herbicidas dicamba (1/8D, 1/4D, 1/2D, 1D, sendo D= a dose comercial de 480 g/L e.a./ha-1), glifosato-sal de potássio (1/8D, 1/4D, 1/2D, 1D, sendo D = a dose comercial de 480 g/L e.a./ha-1) e da associação do dois em uma única calda, na dosagem de 1,0 L/ha-1 de cada produto, simulando sua aplicação em soja resistente de acordo com as bulas comerciais, para a sobrevivência de abelhas Melipona scutellaris Latreille, 1811. Suas exposições serão, aguda e tópica, representando o contato de uma abelha forrageira em campo; e exposição oral crônica, simulando a intoxicação dentro da colmeia, onde pode ocorrer o consumo de pólen e néctar contaminado, fazendo observação por 96 horas. Após os dados coletados, iremos determinar as doses referentes ao NOAEL (No Observed Adverse Effect Level) e ao LOAEL (Lowest Observed Adverse Effect Level). Com os resultados obtidos, iremos observar os impactos práticos que esses herbicidas causam de acordo com os conceitos de tempo letal médio (TL50), impacto no consumo de alimento e posteriormente uma avaliação cognitiva com dois diferentes métodos avaliativos, sendo o primeiro uma avaliação de atividade locomotora através do deslocamento das abelhas em sentido vertical para uma lâmpada fluorescente, devido a fototaxia das abelhas, e o segundo método será o de Reflexo de Extensão da Probóscide (REP), onde observaremos a atração e reconhecimento da fonte de alimento pelas abelhas após a intoxicação.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)