Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioimpressão 3D de células-tronco neurais derivadas de astrócitos reativos

Processo: 20/12454-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Marimélia Aparecida Porcionatto
Beneficiário:Elisa Marozzi Cruz
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/12605-8 - Desenvolvimento de microplataformas brain-on-a-chip para modelagem do sistema nervoso central in vitro, AP.TEM
Assunto(s):Bioimpressão tridimensional   Biomateriais   Células-tronco neurais   Neurobiologia

Resumo

Modelos experimentais in vitro para o estudo de processos fisiológicos e de desenvolvimento de doenças do Sistema Nervoso Central (SNC) apresentam diversas limitações, sendo a principal delas a pouca representatividade do ambiente celular tridimensional (3D). Como uma alternativa às culturas celulares bidimensionais (2D), a bioimpressão 3D surge como alternativa para produzir estruturas que mimetizam tecidos com a possibilidade de modulação do microambiente. Diversos tipos celulares podem ser utilizados na geração de estruturas bioimpressas, sendo que células-tronco são candidatas ideais para este fim. Células-tronco neurais são encontradas primariamente nos nichos neurogênicos canônicos do SNC, caracterizando assim o limitado potencial neurogênico do tecido nervoso. Recentemente, foi descrita uma alternativa para a obtenção de células-tronco neurais a partir de astrócitos reativos e a bioimpressão 3D dessas células é inédita. Os astrócitos compõem uma população heterogênea com distintas capacidades de gerar células-tronco após ativação. A análise de diferenciação e proliferação, levando em conta a heterogeneidade populacional de células-tronco derivadas de astrócitos reativos bioimpressos, poderá validar o uso deste modelo para reproduzir processos fisiológicos do SNC. Dessa forma, propomos a avaliação do cultivo de células-tronco neurais derivadas de astrócitos bioimpressas tridimensionalmente, com foco na análise da transcriptômica global por Next Generation Sequencing (NGS), além da análise quantitativa e qualitativa de diferenciação e proliferação por qPCR e imunofluorescência, comparando-as com células mantidas em ambiente 2D e provenientes de modelo in vivo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)