Busca avançada
Ano de início
Entree

Competição bancária e o impacto no consumo das famílias: uma evidência causal para o Brasil

Processo: 21/00476-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Métodos Quantitativos em Economia
Pesquisador responsável:Tiago Vanderlei de Vasconcelos Cavalcanti
Beneficiário:Amanda Miranda Fantinatti
Instituição-sede: Escola de Economia de São Paulo (EESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Análise quantitativa

Resumo

O setor bancário desempenha um papel central no funcionamento da economia e é bastante concentrado. Embora altamente desenvolvido e bem regulado com tecnologia de alto nível, o setor bancário brasileiro é altamente concentrado. Suas cinco instituições de maior destaque detêm 85% dos ativos financeiros, tornando o Brasil um dos mercados mais concentrados do mundo.A portabilidade de crédito tem sido defendida como um importante instrumento de promoção da concorrência no setor bancário. Em 2014, o Banco Central do Brasil (BCB) implementou uma norma regulatória para facilitar a portabilidade do crédito ao consumidor. Essa mudança institucional oferece um cenário interessante para uma investigação empírica dos efeitos da concorrência bancária sobre o consumo das famílias e a atividade econômica no Brasil.Em nossas regressões iniciais, encontramos evidência robusta e economicamente relevante de que a portabilidade de crédito impulsionou o volume de empréstimos no período analisado. Finalmente, pretendemos desenvolver e estimar um modelo de equilíbrio geral de agentes heterogêneos para o mercado de crédito ao consumidor para abordar as implicações de bem-estar e desenhos de políticas alternativas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)