Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo computacional da conversão de metano em novos produtos utilizando catalisadores com base em óxido de cério

Processo: 21/03357-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2025
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Juarez Lopes Ferreira da Silva
Beneficiário:Carina de Souza Teixeira Peraça
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/11631-2 - Ciência Computacional de Materiais, AP.PCPE
Assunto(s):Catálise   Metano   Metanol   Óxido de cério   Simulação por computador

Resumo

A crescente demanda por recursos energéticos no planeta, impulsiona a busca por novas fontes de energias renováveis, que substituam os insumos originários de combustíveis fósseis. O uso do gás natural na produção de energia surge como solução para esta questão, em um cenário de transição do uso de energias não-renováveis para energias renováveis. A exemplo de produção de energia limpa, podemos citar a conversão do gás metano (CH4), principal componente do gás natural, em novos produtos como o metanol (CH3OH), que serve como matéria prima para diferentes insumos. Contudo, o processo catalítico que envolve esta conversão torna-se um grande desafio para o ramo da físico-química, dada a alta estabilidade da molécula de metano que conduz à dificuldades na ativação da ligação C-H. Com isso, a busca por materiais cujas propriedades catalíticas permitam a atuação na ativação da molécula de CH4, vem se intensificando nos últimos anos. Neste contexto, o Óxido de Cério (CeO2), destaca-se como bom candidato à catalisador. Dentre as diversas razões para o uso deste material está o ciclo redox reversível, que possibilita o armazenamento de oxigênio em sua superfície. Por este motivo, a conversão do metano em outros produtos via catalisadores a base de CeO2, pode ser controlada por alterações na morfologia do material, através da criação de vacâncias, da dopagem substitucional com metais de transição ou adição de nanopartículas metálicas sobre a superfície do óxido. Uma grande quantidade de estudos teóricos dizem respeito a deformações em superfícies estáveis de CeO2, elucidando a desidrogenação completa da molécula de CH4. Porém, os efeitos causados por variações no tamanho do catalisador sob a configuração de nanocluster, o controle da desidrogenação e a formação de um radical metil que resulte na obtenção de metanol, são pouco evidenciados na literatura. Desta forma, o presente projeto propõe um estudo computacional, com base em cálculos de primeiros princípios e de dinâmica molecular, da conversão de gás metano em novos produtos. Para tanto, investigaremos o uso de nanoclusters compostos por Óxido de Cério, atuando como catalisadores, onde exploraremos os efeitos causados por dopagem substitucional, ancoragem de partículas metálicas e formação de vacâncias na superfície do material.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)