Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da expressão da anexina a1 e do inflamassoma nlrp3 na dermatite atópica

Processo: 21/04071-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Cristiane Damas Gil
Beneficiário:Maria Eduarda de Castro
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Caspase 1   Inflamação   Pele   Transcriptoma

Resumo

A anexina A1 (ANXA1) é uma proteína anti-inflamatória e com papel resolutivo na resposta inflamatória por meio do controle da migração de leucócitos, liberação de citocinas pró-inflamatórias e fagocitose dos macrófagos. Nos processos alérgicos, esta proteína também regula a produção de IgE, liberação de citocinas de perfil Th2 e degranulação de mastócitos. Além disso, a ANXA1 regula a ativação do inflamassoma NLRP3 em células inflamatórias, mas esta relação não foi explorada nas células relacionadas com as doenças alérgicas. Assim, este estudo investigará os padrões de expressão dos RNAm e das proteínas ANXA1 e inflamassoma NLRP3 em peles de camundongos e pacientes com DA. No modelo experimental de DA induzida por ovalbumina serão avaliadas peles de camundongos Balb/c nas seguintes condições experimentais (n = 6 animais/grupo): Sham (controle) e DA (dermatite atópica); obtidas dos estudos de Corrêa et al., J. Mol. Medicine, 2017 (doi: 10.1007/s00109-017-1566-9). Nessas condições analisaremos: i) histopatologia da pele; ii) localização e possível modulação da expressão da ANXA1 e NLRP3 por meio de imuno-histoquímica; e iii) possível co-localização da ANXA1 e NLRP3 por imunofluorescência. Nos transcriptomas publicamente disponíveis do repositório Gene Expression Omnibus (GEO), avaliaremos os níveis transcricionais da ANXA1 e NLRP3 utilizando estudos de peles de pacientes com DA e controles. Os resultados contribuirão para o melhor entendimento do papel da ANXA1 e do NLRP3 na DA, assim como possíveis alvos terapêuticos para os processos inflamatórios da pele.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)