Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão e atividade de EZH2 como fatores de susceptibilidade celular à infecção por Zika Vírus em tumores embrionários do sistema nervoso central

Processo: 21/04323-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Oswaldo Keith Okamoto
Beneficiário:Elisa Helena Farias Jandrey
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08028-1 - CEGH-CEL - Centro de Estudos do Genoma Humano e de Células-Tronco, AP.CEPID
Assunto(s):Meduloblastoma   Vírus Zika

Resumo

Os tumores embrionários do Sistema Nervoso Central (SNC), incluindo os Meduloblastomas (MEDs) e os Tumores Teratoides Rabdoides Atípicos (ATRTs), são tumores extremamente agressivos que ameaçam a vida de crianças, sendo a principal causa de morte relacionada ao câncer na faixa etária de 0-4 anos. Apesar das estratégias terapêuticas agressivas utilizadas para os tratamentos dessas neoplasias (i.e. cirurgia, rádio e quimioterapia), essas patologias não possuem cura e os tratamentos disponíveis levam a diversos efeitos colaterais. Neste sentido, o Zika vírus (ZIKV) vem sendo explorado como um potencial agente para tratamento de tumores primários do SNC devido ao seu neurotropismo intrínseco e capacidade para infectar e matar células desses tumores. De fato, a atividade oncolítica do ZIKV já foi demonstrada em glioblastomas e, mais recentemente, um trabalho do nosso grupo mostrou sua função oncolítica nos tumores embrionários do SNC. Conhecendo essa pré-disposição de infecção do ZIKV em células do SNC, se faz necessário melhor entender os mecanismos moleculares envolvidos no processo de infecção e morte das células infectadas para poder desenvolver essa tecnologia para a clínica. Para isso, realizamos uma pré-análise de dados ômicos de células normais e tumorais infectadas por ZIKV e observamos um enriquecimento significativo na expressão de genes regulados pelo fator transcricional EZH2. EZH2 é subunidade catalítica do complexo PRC2, tendo importante função no controle da expressão gênica pela trimetilação da Histona H3K27, controlando principalmente genes essenciais para o desenvolvimento. EZH2 é superexpresso nos tumores embrionários do SNC e está diretamente correlacionado com o pior prognóstico dos MEDs. Por isto, o EZH2 vem sendo explorado como um alvo terapêutico tanto para os MEDs quanto para os ATRTs. Para aventar o possível envolvimento de EZH2 no processo de infecção por ZIKV, submetemos três diferentes linhagens de tumores embrionários do SNC (i.e. USP7-ATRT, USP13-MED e DAOY) à exposição ao ZIKV, na presença ou ausência de um inibidor inespecífico de EZH2 (i.e. Metformina). De modo interessante, o tratamento prévio das células tumorais com Metformina foi capaz de retardar a perda celular induzida pelo ZIKV nas linhagens USP7 e USP13. Nossos achados preliminares sugerem que a atividade de EZH2 pode ser um importante fator de susceptibilidade ao efeito oncolítico de ZIKV, hipótese que deve ser melhor investigada. Desta forma, o principal objetivo desse trabalho é avaliar o impacto dos níveis expressos de EZH2 no processo de infecção celular com ZIKV em células tumorais do SNC. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)