Busca avançada
Ano de início
Entree

A Emoção como Instrumento de Má-fé na Obra de Jean-Paul Sartre

Processo: 21/04803-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de agosto de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Danilo Saretta Verissimo
Beneficiário:João Carlos Soares dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Emoções   Má-fé   Psicologia fenomenológica   Jean-Paul Sartre

Resumo

No presente projeto, tem-se como objetivo investigar a relação entre emoção e má-fé na obra de Jean-Paul Sartre. Em Esboço para uma Teoria das Emoções (1939), o autor define a emoção como uma conduta mágica que transforma o mundo com o objetivo de solucionar situações impassíveis de solução. Em O Ser e o Nada (1943), a má-fé é definida como um projeto que, através da constituição do sujeito aos moldes de um objeto, busca escapar à responsabilidade revelada pela constatação da liberdade enquanto essência humana. Diante do percurso conceitual que nos conduz à conexão entre as duas condutas, propomos investigar como a emoção é instrumentalizada pelo projeto de má-fé. O estudo aqui desenvolvido elucidará a passagem da psicologia fenomenológica para a ontologia fenomenológica na obra de Sartre, transição decorrente da necessidade de uma investigação estrutural da consciência. Seguindo esta lógica, buscamos demonstrar como a concepção de má-fé é essencial para uma compreensão satisfatória da conduta emocional.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)