Busca avançada
Ano de início
Entree

Investimento direto estrangeiro e impactos ambientais: um estudo econométrico no Estado de São Paulo considerando a origem, setor e a região anfitriã

Processo: 20/06473-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2024
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção
Pesquisador responsável:Herick Fernando Moralles
Beneficiário:Eduardo Polloni Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Econometria   Impactos ambientais   Investimento estrangeiro direto   São Paulo

Resumo

A literatura tem associado o Investimento Direto Estrangeiro (IDE) com o crescimento econômico e desenvolvimento de seu país anfitrião. O Brasil, como outras economias emergentes, apresenta um IDE crescente nos últimos anos, porém, pesquisadores argumentam que o investimento estrangeiro pode facilitar o desenvolvimento econômico ao custo de maiores impactos ambientais, apesar da evidência científica no tema ainda ser inconclusiva. Em alguns casos, o IDE pode trazer tecnologias mais limpas e melhorar a qualidade ambiental do anfitrião. Em outros, a demanda por energia e recursos naturais pode aumentar a degradação ambiental. Também, a literatura argumenta que este impacto depende da origem e do setor das empresas multinacionais, além de características da região que recebe tais investimentos. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo principal avaliar os impactos ambientais do IDE no Estado de São Paulo. Para tanto, o presente trabalho empregará a primeira base de dados brasileira a nível municipal sobre investimento estrangeiro, a ser construída no escopo do auxilio FAPESP 2019/19905-0. Ao incluir informações sobre origem, setor e características regionais, este trabalho resultará em uma análise das hipóteses sobre pollution-haven, os efeitos do país de origem, e os efeitos lineares e não-lineares do investimento estrangeiro. Os resultados facilitarão o planejamento de políticas públicas para o desenvolvimento do Estado de São Paulo no que tange à estratégias de atração e seleção de parcerias comerciais, as quais costumam vir acompanhadas de incrementos nos fluxos de IDE. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)