Busca avançada
Ano de início
Entree

Oclusão dos túbulos dentinários após a aplicação de dentifrícios experimentais contendo vidros bioativos: uma análise de ressonância magnética nuclear (MAS-NMR)

Processo: 21/07513-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2021
Vigência (Término): 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Linda Wang
Beneficiário:Victor Mosquim
Supervisor no Exterior: Robert Hill
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Local de pesquisa: Queen Mary University of London, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:19/21128-1 - O papel dos agentes bioativos, resinosos e fluoretados no tratamento da hipersensibilidade dentinária e sua interação com a dentina hígida e erodida: estudos in vitro e clínico, BP.DR
Assunto(s):Fluoretos   Dentística

Resumo

Vidros bioativos (VB) solúveis foram usados em produtos odontológicos, como dentifrícios, com um efeito promissor no controle da hipersensibilidade dentinária (HD). Isso ocorre porque, após dissolução e hidrólise, minerais são depositados na superfície dentinária e reduzem a luz e, consequentemente, a permeabilidade dos túbulos dentinários. Portanto, uma vez que os VBs em dentifrícios podem controlar a HD, o objetivo deste estudo in vitro é desenvolver um novo creme dental à base de vidro bioativo, para avaliar sua eficácia na oclusão dos túbulos dentinários e analisar o composto resultante formado após a escovação. Dois VB serão preparados usando SiO2, P2O5, CaCO3, SrCO3, Na2CO3, CaF2 e SrF2, e 1 g será adicionado à formulação do creme dental (F17 VB e F32 VB) para ser comparado a 4 formulações comerciais principais com diferentes mecanismos. Em seguida, as amostras de dentina humana serão cortadas em discos de 0,6 mm de espessura e igualmente distribuídos em seis grupos (n = 13 / grupo): F17 VB, F32 VB, BioMin F, Elmex Protection Erosion, Sensodyne Repair & Protect ou Crest Caries Protection. Para cada dentifrício, os discos de dentina serão cortados em quatro partes iguais, onde o primeiro será definido como parte do controle negativo (sem escovação), e as demais partes serão submetidas à escovação com 50 mg de dentifrício por 30 s. Após a escovação, a segunda parte será enxaguada com água deionizada; o terceiro será imerso em saliva artificial por 8 h; e o quarto será imerso em ácido cítrico 6% por 2 minutos. Os espécimes serão analisados em Microscópio Confocal de Varredura a Laser, Microscópio Eletrônico de Varredura e Espectroscopia de energia dispersiva de raios-x para avaliar a presença de depósitos minerais na superfície dentinária e na abertura dos túbulos dentinários, sua composição química e quantificar o número túbulos abertos, parcialmente ocluídos e totalmente ocluídos. Além disso, a ressonância magnética nuclear giratória de ângulo mágico 19F será usada para confirmar a presença de fluorapatita na superfície da dentina após a escovação dos dentes e após o enxágue com água, imersão em saliva artificial ou após ácido cítrico. Os dentifrícios serão avaliados quanto à concentração total de flúor e pH (n = 3). Caso os dados apresentem distribuição normal e homogeneidade, serão aplicados ANOVA 2 fatores e post-hoc Tukey. Caso contrário, os testes de Kruskal-Wallis e post-hoc Dunn serão usados para comparar as porcentagens de túbulos abertos, parcialmente ocluídos e ocluídos entre os dentifrícios e para comparações entre as partes de dentina após o tratamento com o mesmo dentifrício. O nível de significância será fixado em 5%.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)