Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de modelo de mobiliário flexível e multifuncional com estratégias projetivas sustentáveis: adaptabilidade para home office em moradias compactas

Processo: 21/02577-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Desenho Industrial - Desenho de Produto
Pesquisador responsável:Tomas Queiroz Ferreira Barata
Beneficiário:Henrique Mendes Rodrigues
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fabricação digital   Teletrabalho   Mobiliário   Coleta de dados   Estudos de validação

Resumo

A necessidade de pensar um mobiliário racionalizado é uma demanda contemporânea, uma vez que o processo de fortalecimento do teletrabalho é acompanhado pela atual tendência do comportamento do mercado imobiliário de lançamentos residenciais de metragem reduzida, cenário presente em cidades como São Paulo. O presente projeto de iniciação científica propõe-se a estudar, projetar e produzir modelo de mobiliário que seja adequado à lógica do home office em espaços compactos, tendo como objetivo o desenvolvimento de uma estação de trabalho flexível e multifuncional pensada a partir de dois extremos: o momento do ofício, o qual exige a generosidade do espaço da tarefa visual, e o momento de lazer e descanso, que busca pela menor interferência da área de trabalho no ambiente doméstico. Especificamente, procura-se investigar modelo provido de mecanismos que permitam a apropriação do objeto pelo usuário, a fim de adaptar-se às diferentes circunstâncias de uso, expandindo-se quando necessário ou contraindo-se e servindo de apoio a outras atividades. A metodologia, que se apoia em conceitos de collapsible design, estratégias projetivas para mobiliários sustentáveis e emprego de materiais de fontes renováveis, visa encontrar soluções ao desafio sob utilização de modelagem paramétrica e modelos físicos em escala reduzida por meio da fabricação digital com tecnologias subtrativas e aditivas, se organizando em: a) Identificação e análise do problema; b) Fase de pesquisa (coleta e análise de dados); c) Fase criativa e de elaboração; d) Fase de especificação técnica, modelagem e validação. Por meio deste estudo, espera-se contribuir para a ampliação do conhecimento prático e teórico no desenvolvimento de mobiliários sustentáveis como otimizadores e organizadores do espaço. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)