Busca avançada
Ano de início
Entree

Pensando a periferia: um estudo comparativo das teses de doutorado sobre o urbano paulistano (Brasil e Estados Unidos, anos 1940- anos 2010)

Processo: 19/25594-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 25 de agosto de 2021
Vigência (Término): 17 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Urbana
Pesquisador responsável:Bianca Stella Pinheiro de Freire Medeiros
Beneficiário:Bianca Stella Pinheiro de Freire Medeiros
Anfitrião: Bryan Mccann
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Georgetown University, Estados Unidos  
Assunto(s):Estados Unidos   Estudo comparativo   São Paulo

Resumo

São Paulo, a capital econômica e mais populosa do Brasil (com mais de 12 milhões de habitantes), configura-se como objeto privilegiados dos que se interessam pelas questões urbanas mundo afora. Desde os anos 1940, tem inspirado milhares de teses de doutorado cujo foco recai sobre os temas da segração socioespacial, desenvolvimento democrático e desigualdade socioeconônimca. Dessa vasta produção, este projeto de pesquisa recorta, para uma análise comparativa entre a produção das programas de pós-graduação do Brasil e dos Estados Unidos, aquelas teses que elegem a - periferia - como chão empírico ou chave interpretativa de análise das complexidades urbanas da maior metrópole da América do Sul. Ao resgatar o que foi produzido, ao longo de sete décadas, no contexto da pós-graduação das áreas de Ciências Sociais e Humanas, nos dois países, meu objetivo é prover um panorama analítico que permita: a) examinar comparativamente como autores conceitualizam periferia e termos correlatos em um mesmo campo semântico (favela, por ex.), b) os campos disciplinares em que essa produção intelectual é forjada, mapeando continuidades e rupturas temáticas, c) disseminar o legado dessa vasta, porém pouco conhecida, coleção. Em diálogo com a proposta de Latour e Woolgar (1979) a respeito da construção social de termos científicos e com o trabalho de Urry (2007) sobre a mobilidade transnacional de conceitos e teorias, também pretendo produzir uma cartografia intelectual, relacionando filiações institucionais de seus autores aos temas que estudam e ás lentes analíticas por eles utilizadas. Para esta meta-análise, parto do trabalho que vem sendo realizado pela equipe do UrbanData-Brasil/CEM: Banco de dados bibliográficos sobre o Brasil urbano, projeto the pesquisa por mim coordenado no âmbito do Centro de Estudos da Metrópole (CEM/Cepid/FAPESP - Universidade de São Paulo). Este projeto comparativo também irá se beneficiar largamente tanto do diálogo com os colegas do programa de Estudos Latino-Americanos da Georgetown University quanto dos recursos das inúmeras bibliotecas localizadas na área de Washington, D.C. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)