Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução da cooperação em populações com múltiplas estratégias

Processo: 21/06391-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Geral
Pesquisador responsável:Marcus Aloizio Martinez de Aguiar
Beneficiário:Lucas Lopes Maldonado
Instituição-sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas dinâmicos   Cooperação   Interação   Teoria de campos

Resumo

Compreender como a cooperação emerge entre indivíduos de uma mesma espécie ou mesmo de espécies distintas é ainda um problema aberto. Processos de seleção natural tendem a favorecer os egoístas, o que acaba propagando essa característica para as gerações futuras e suprimindo os cooperadores. A teoria de jogos tem sido utilizada para descrever esses processos e o famoso dilema do prisioneiro tornou-se um paradigma nesse estudo. Nesse projeto pretendemos considerar populações onde cooperadores (C) e egoístas (D) possuem uma segunda característica binária S que pode assumir os valores (0) ou (1) que também influencia na interação com outros indivíduos. Descreveremos a evolução desse tipo de população variando o modo e a intensidade com que essa segunda característica S atua, observando seu efeito na fração de cooperadores. Trataremos o jogo na aproximação de campo médio e também no espaço. Nesse caso o papel de S pode ser alterar o tamanho da vizinhança de interação, um efeito que não pode ser tratado com a teoria de campo médio.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)