Busca avançada
Ano de início
Entree

O lugar transcendental do organismo: sobre o conceito de organismo na Crítica da Faculdade de Julgar de Immanuel Kant

Processo: 20/14089-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Pedro Paulo Garrido Pimenta
Beneficiário:Bruno Oberlander Erbella
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História natural   Historiografia   Escala visual analógica   Análise crítica do discurso   Immanuel Kant

Resumo

O projeto de pesquisa tem como âmbito a Crítica da Faculdade de Julgar Teleológica, segunda parte da terceira crítica de Immanuel Kant e como objeto privilegiado o conceito de organismo tal qual aparece neste texto. Para encontrar uma interpretação unitária e coerente deste objeto, mobiliza-se tanto a gama de comentários sobre este tema em Kant quanto textos de historiografia intelectual da História Natural/Biologia concernente ao período de atividade do filósofo. O caminho escolhido para nossa investigação parte da compreensão da antinomia da máxima teleológica, núcleo de nosso texto principal, segundo a topologia geral da resolução das antinomias kantianas. Isto nos orienta para resolução de dois problemas principais: 1) "como funciona a linguagem analógica que serve de registro para as discussões kantianas do organismo e como ela se diferencia do esquematismo do entendimento da Crítica da razão pura?"; 2) "como o texto kantiano enriquece, e é enriquecido por, determinados conceitos em debate na História Natural de sua época?".(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)