Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do equilíbrio líquido-líquido visando a desodorização do bioglicerol por extração por solvente

Processo: 20/14412-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Roberta Ceriani
Beneficiário:Fernando da Silva Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/21252-0 - Equilíbrio e processos de produção de biocombustíveis e bioprodutos, AP.TEM
Assunto(s):Desodorização   Equilíbrio líquido-líquido   Propriedades termofísicas   Energia renovável

Resumo

Para competir com a consolidada e tradicional indústria petroquímica, a indústria oleoquímica tem buscado aplicações mais nobres para o seu coproduto mais importante, o bioglicerol. Após a reação de transesterificação e separação da fração biodiesel, a fração glicerol contém diversas impurezas, como metanol, sais, material orgânico não-glicerol (MONG) e umidade, que devem ser removidas em maior ou menor grau durante as etapas de purificação. Isso porque, o leque de aplicações do bioglicerol (proveniente da produção do biodiesel) está diretamente relacionado ao seu grau de pureza em termos de 1,2,3 propanotriol (ou glicerol). Nesse sentido, esse projeto de mestrado tem por objetivo investigar a viabilidade de aplicação da extração por solvente como uma etapa no processo de purificação do bioglicerol para a remoção de compostos odoríferos, formados pela oxidação da matéria graxa. Serão determinados dados experimentais inéditos de equilíbrio líquido-líquido (ELL) em 3 sistemas-modelos ternários formados por glicerol + solvente (gama-valerolactona, GVL) + composto odorífero (ácido valérico ou valeraldeído) a 50 ºC e (glicerol/água a 50% molar) + solvente (gama-valerolactona) + composto odorífero (ácido valérico ou valeraldeído) a 25 ºC. A curva binodal será obtida pela metodologia do ponto de névoa e a quantificação das linhas de amarração será feita por metodologia indireta. A densidade e o índice de refração das fases em equilíbrio desses sistemas serão também medidos experimentalmente. Os dados experimentais do ELL serão correlacionados pelos modelos NRTL e UNIQUAC. A capacidade preditiva do método UNIFAC também será averiguada. Ressalta-se que este trabalho está inserido no escopo do Projeto Temático FAPESP 2014/21252-0 intitulado "Equilíbrio e Processos de Produção de Biocombustíveis e Bioprodutos" vigência 01/02/2017 a 31/01/2022, do qual a orientadora desse projeto é pesquisadora associada.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)