Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos do consumo em longo prazo de um alimento livre de grãos com alto teor de ervilha sobre a digestibilidade aparente dos nutrientes, excreção fecal de ácidos biliares, variáveis ecodopplercardiográficas, biomarcadores de função miocárdica, status de taurina e metabolômica em cães adultos

Processo: 21/02168-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de março de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Márcio Antonio Brunetto
Beneficiário:Rafael Vessecchi Amorim Zafalon
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cães   Cardiomiopatia dilatada   Leguminosae   Miocárdio   Taurina

Resumo

Os alimentos rotulados como "grain free" (do inglês: livre de grãos) têm ganhado cada vez mais popularidade entre os tutores de animais de companhia, e isso se deve, principalmente, à crença popular de que os grãos de cereais tradicionais são prejudiciais a cães e gatos. De um modo geral, esses alimentos são compostos por altos teores de leguminosas, como ervilha e lentilha, além de batata. Nos últimos anos, foram relatados muitos casos de cães com cardiomiopatia dilatada (CMD) secundária à deficiência de taurina que consumiam alimentos rotulados como livres de grãos, fato que levou o FDA a publicar uma nota alertando veterinários e tutores de cães a respeito dos riscos do consumo desses alimentos. No entanto, ainda não está comprovado que o consumo desses alimentos pode provocar CMD, pois esses relatos de casos não comprovam relação causa e efeito, portanto o objetivo desse estudo é avaliar os efeitos do consumo em longo prazo de um alimento livre de grãos e com alta inclusão de ervilha em variáveis ecodopplercardiográficas, biomarcadores de função miocárdica, status de taurina, digestibilidade aparente dos nutrientes e metabolômica em cães adultos saudáveis, a fim de investigar se esse tipo de dieta pode provocar CMD e os possíveis fatores que estariam envolvidos. Serão incluídos 12 cães adultos saudáveis da raça beagle, e receberão 2 alimentos diferentes, um alimento (Alimento teste) será livre de grãos de cereais tradicionais, com alto teor de ervilha em sua composição, e outro alimento, com inclusão de grãos em sua composição (substituição de ervilha por milho), utilizado como alimento controle (Alimento controle). Será realizado um delineamento do tipo cross-over, com 2 tratamentos e 2 períodos, de modo que todos os animais consumirão todos os alimentos e, cada período durará 9 meses. No início do experimento e ao final de cada período serão realizadas avaliações, tais como: avaliação ecocodopplercardiográfica, mensurações plasmáticas e no sangue total de aminoácidos sulfurados, avaliação plasmática de biomarcadores de função miocárdica, análises fecais de ácidos biliares e metabolômica. No final de cada período será realizado teste de digestibilidade aparente dos nutrientes. A normalidade dos resíduos será verificada pelo teste de Shapiro Wilk. Para a análise metabolômica, serão utilizados os softwares MatLab (R2010) e Chenomix RNM suíte 7.7 para avaliação quimiométrica dos dados e identificação e quantificação dos metabólitos, respectivamente. Os valores quantitativos finais de todas as análises serão avaliados por ANOVA com medidas repetidas no tempo, quando obedecerem às premissas estatísticas e em caso de dados não paramétricos, será utilizado o teste de Wilcoxon. O software utilizado será o Statistical Analysis System (SAS, versão 9.4). Valores de p<0,05 serão considerados significativos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)