Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção molecular precoce de SARS-CoV-2 em escarro de populações vulneráveis com suspeita de tuberculose pulmonar

Processo: 21/07098-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Convênio/Acordo: CNPq - PPSUS
Pesquisador responsável:Andréia Moreira dos Santos Carmo
Beneficiário:Thayná Rosa Bispo
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:20/12124-0 - Detecção molecular precoce de SARS-CoV-2 em escarro de populações vulneráveis com suspeita de tuberculose pulmonar, AP.PP
Assunto(s):Saúde pública   Coinfecção   COVID-19   SARS-CoV-2   Mycobacterium tuberculosis   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Escarro

Resumo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou a pandemia de COVID-19 desde março de 2020, após a ocorrência de inúmeros casos pelo mundo, causada pelo SARS-CoV-2. Quando presentes, os sintomas da COVID-19 podem variar desde um resfriado simples a uma síndrome gripal ou uma pneumonia severa. Os fatores de risco e comorbidades associados à COVID-19 ainda necessitam esclarecimentos, mas sabe-se que o impacto da pandemia afetará em grandes proporções as populações mais pobres com danos econômicos, impactando na saúde global. O desenvolvimento das formas graves de COVID-19 está associado a alguns fatores de risco, entre eles a infecção pelo Mycobacterium tuberculosis. Para o diagnóstico da COVID-19, normalmente são utilizadas amostras de secreção nasofaríngea, entretanto há relatos de pesquisas em diferentes amostras biológicas, tais como escarro, fezes e urina pareadas com amostras de nasofaringe. Com o presente estudo os autores esperam obter dados para avaliar a utilização de amostras de escarro na detecção do RNA de SARS-CoV-2 em população de indivíduos privados de liberdade, sintomáticos respiratórios para a COVID-19 e/ou tuberculose (TB). Com a avaliação dos dados obtidos na pesquisa poderão ser extraídas informações sobre a factibilidade do uso da metodologia Xpert Xpress SARS-CoV-2 que permita reduzir o tempo de diagnóstico da COVID-19. Será avaliada a possibilidade da utilização da metodologia atrelar-se à Rede de Teste Rápido Molecular para TB, como auxiliar no diagnóstico do COVID-19 em diferentes capitais e municípios do país, o que pode representar uma ampliação na disponibilidade do diagnóstico laboratorial e detecção precoce do vírus em indivíduos sintomáticos e contactantes. Consequentemente contribuir para a adoção precoce de medidas de isolamento e redução de novas infecções. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)