Busca avançada
Ano de início
Entree

Suscetibilidade e perigo a movimentos de massa em sítios pré-históricos brasileiros: uso de modelos estatísticos e de bases físicas como ferramentas de proteção de patrimônios culturais

Processo: 21/04621-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de julho de 2025
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Bianca Carvalho Vieira
Beneficiário:José Eduardo Bonini
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Patrimônio cultural   Sítios arqueológicos   Geomorfologia

Resumo

Na última década cresceu o número de trabalhos sobretudo na Europa, objetivando a avaliação da suscetibilidade e do perigo a movimentos de massa e da exposição de patrimônios culturais. Porém, no Brasil, ainda são escassos os trabalhos nesta linha de investigação, havendo uma grande lacuna na elaboração de uma cartografia de perigo a movimentos de massa a partir de modelos quantitativos e buscando uma a avaliação da exposição de patrimônios culturais. Assim, o objetivo central deste projeto é avaliar a suscetibilidade e o perigo a movimentos de massa em sítios pré-históricos brasileiros em diferentes domínios morfoestruturais e climáticos a partir de análises quantitativas em escalas regional e local. Foram selecionadas duas áreas experimentais para avaliação de suscetibilidade tanto em escala regional quanto em escala local: o Parque Estadual da Serra do Mar (AE-SM), na costa Sudeste do Brasil, e o Parque Nacional da Serra da Capivara (AE-SC), no ecótono entre caatinga e cerrado. Estas áreas possuem suscetibilidade alta a escorregamentos (AE-SM) e à queda de blocos (AE-SC), e possuem sítios arqueológicos importantes para a cronologia da ocupação da América do Sul, cuja conservação pode ser ameaçada por estes processos morfodinâmicos. Os principais resultados esperados nesta pesquisa são: mapas regionais de suscetibilidade e locais de perigo, identificando as probabilidades espacial e temporal de ocorrência de movimentos de massa e suas zonas de propagação, contribuindo para a ampliação da aplicação de modelos de perigo em diferentes regiões do Brasil. Este projeto será desenvolvido em colaboração com o Programa de Pós-Graduação em Arqueologia da UFPE. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)