Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões biogeográficos da espécie anêmona marinha Actinostella flosculifera (Le Sueur, 1817) (Cnidaria; Anthozoa; Actiniaria) e um estudo populacional das costas do leste da América Central e do Sul e das Ilhas Canárias

Processo: 20/16589-7
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2021
Vigência (Término): 31 de outubro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Sérgio Nascimento Stampar
Beneficiário:Jeferson Alexis Durán Fuentes
Instituição Sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Assunto(s):Evolução   Genética populacional   Invertebrados marinhos   Sequenciamento de nova geração   Biologia evolutiva
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Cnidocisto | Evolução | Genética populacional | Invertebrados Marinhos | Ngs | RAD-seq | Biologia Evolutiva

Resumo

A Cnidaria phylum é composta de organismos invertebrados, principalmente marinhos, como medusas, corais, anêmonas marinhas e vespas marinhas, entre outros. Os cnidários são caracterizados por sua capacidade de produzir organelas urticantes chamadas cnidocistos, que podem ser classificadas de acordo com seu tipo (organela especializada) ou sua função (ataque, defesa ou a formação de um tubo externo). Este projeto estudará um complexo de indivíduos de diferentes populações da espécie Actinostella flosculifera (Le Sueur, 1817) (Actiniaria), que se caracteriza por um colar ou rufo marginal, formado por uma série de papilas fundidas entre a coluna e a margem, assim como filas longitudinais de verrugas desde a franja inferior até o meio da coluna, um disco de pedal bem desenvolvido e 48 tentáculos dispostos em quatro ciclos, simples, cônicos e lisos. Desde sua descoberta em St. Thomas nas Ilhas Virgens (Mar do Caribe) em 1817, uma série de variações morfológicas e cromáticas tem sido relatada em toda a América Ocidental e África Oriental. Da mesma forma, as relações entre as diferentes populações do complexo A. flosculifera e o potencial para encontrar espécies crípticas ainda são incertas. Além disso, não há estudos sobre esta espécie de um ponto de vista molecular ou comparações a nível populacional. Este projeto propõe a coleta de 50 espécies no intertidal rochoso de dez localidades distribuídas em seis países. Para atingir este objetivo, serão comparadas sua morfologia externa e interna e a diversidade de cnidócitos. Além disso, o método de sequenciamento da próxima geração (NGS) usando o marcador de sequenciamento de DNA associado ao local de restrição (RAD-seq) será usado para entender a origem e as variações genéticas e morfológicas do complexo Actinostella. Espera-se que este estudo contribua para o conhecimento da distribuição das espécies e para compreender as relações interpopulacionais, os padrões biogeográficos e sua história evolutiva.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DURAN-FUENTES, JEFERSON A.; MENDES, FLAVIO; DA COSTA, ROGERIO CAETANO; PESCINELLI, REGIS AUGUSTO; FLOETER, SERGIO R.; STAMPAR, SERGIO N.. Ecological notes on Actinostella flosculifera (Le Sueur, 1817) (Cnidaria: Actiniaria: Actiniidae) in the South-western Atlantic, Brazil. Journal of the Marine Biological Association of the United Kingdom, v. 103, p. 6-pg., . (16/50389-0, 20/16589-7)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.