Busca avançada
Ano de início
Entree

O custo da parceria entre plantas e visitantes florais: fatores que regulam os efeitos da exploração no mutualismo de polinização

Processo: 20/11171-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Teórica
Pesquisador responsável:Laura Carolina Leal de Sousa
Beneficiário:Amanda Vieira da Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/19544-7 - Efeitos sinérgicos de múltiplos mutualistas nas plantas: como bactérias, formigas e abelhas contribuem para a evolução de um grupo de leguminosas, AP.BTA.JP
Assunto(s):Flores   Pólen   Néctar de plantas

Resumo

Mutualismos são interações evolutivamente instáveis devido à alta propensão de mutualistas serem explorados por indivíduos que se beneficiam da interação, fornecendo pouco ou nenhum benefício em troca. Exploradores de mutualismos de polinização, por exemplo, podem obter pólen e néctar, mas não polinizar a flor. Nesses casos, a interação frequente com exploradores impõe um custo à planta em termos de aptidão. Contudo, o custo dessa exploração para mutualistas pode bastante variável, tanto em direção, quanto em magnitude. Entender os fatores que levam a essa variação é, então, um passo fundamental para aprofundar o nosso conhecimento sobre o funcionamento dos mutualismos em tempo ecológico e as forças que governaram a sua evolução. É nessa lacuna do conhecimento que esse projeto de doutorado se insere ao investigar alguns fatores bióticos e abióticos que podem condicionar os custos de exploração em mutualismos de polinização. Para tanto, o projeto está dividido em três capítulos que abordam o efeito de diferentes fatores, usando diferentes abordagens metodológicas. No primeiro capítulo, explorarei o efeito da interação das plantas com insetos predadores na atratividade das flores para polinizadores e exploradores, usando uma abordagem meta-analítica. No segundo capítulo, investigarei como a segregação temporal do forrageio de polinizadores e exploradores pode modular os custos da exploração para as plantas com flores de néctar. Por fim, investigarei no terceiro capítulo como a disponibilidade de fontes alternativas de recursos de diferentes qualidades para polinizadores e exploradores pode modular os custos da exploração em flores de pólen. Investigarei as questões dos capítulos 2 e 3 usando abordagens experimentais em campo e em casa de vegetação. Do ponto de vista de minha formação profissional, a execução desse projeto me possibilitará desenvolver habilidades teóricas, analíticas e empíricas que fortalecerão a minha formação como ecóloga e aumentarão minha capacidade de inserção na minha área de pesquisa. Em termos de produtos gerados, a execução dessa proposta resultará na produção de, ao menos, três artigos científicos com potencial de publicação em periódicos internacionais de alto impacto. Ainda, prevejo a produção de pequenos artigos de divulgação científica que permitirão que os resultados gerados por esse projeto possam permear entre diferentes setores da sociedade não relacionados ao meio acadêmico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)