Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas públicas para a mobilidade ativa: evidências para transição para a sustentabilidade urbana

Processo: 21/05505-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Convênio/Acordo: CNPq - INCTs
Pesquisador responsável:Fabio Kon
Beneficiário:Letícia Lindenberg Lemos
Instituição-sede: Instituto de Matemática e Estatística (IME). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50937-1 - INCT 2014: da Internet do Futuro, AP.TEM
Assunto(s):Cidades inteligentes   Ciência de dados   Planejamento territorial urbano

Resumo

Frente às inúmeras externalidades negativas das condições atuais de mobilidade urbana da maioria das cidades no mundo, vem se intensificando o consenso sobre a necessidade de repensar o modelo urbano atual. Os modos ativos, tais como a bicicleta ou deslocamentos a pé, por apresentarem características como neutralidade de emissão de carbono, baixo consumo de espaço viário e promoção de atividade física, se destacam apresentando alto potencial de contribuir para o desenvolvimento de ambientes urbanos mais saudáveis e sustentáveis. Esta pesquisa se insere nessas discussões com o objetivo de contribuir com evidências e discussões para embasar a elaboração de políticas públicas no sentido de promover a transição para a sustentabilidade urbana. Desse modo, propõe discutir os fatores que podem promover o uso cotidiano de modos ativos (particularmente a pé e bicicleta), bem como os impactos para a mobilidade urbana. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)