Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciência e diplomacia nas origens da Maison du Brésil da Cité Internationale Universitaire de Paris (1920-1979)

Processo: 20/09986-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História das Ciências
Pesquisador responsável:Silvia Fernanda de Mendonça Figueirôa
Beneficiário:Luciana Vieira Souza da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Diplomacia científica

Resumo

Ao longo do século XX, Brasil e França estabeleceram diferentes acordos e contatos científicos e culturais, com destaque para as ações do Groupement des Universités et Grandes Écoles de France pour les relations avec l'Amérique Latine. Na década de 1930, com a fundação de universidades em São Paulo e no Rio de Janeiro, foram convidadas e financiadas missões de professores franceses para que, além de auxiliarem na organização das instituições de ensino e pesquisa, trabalhassem pela propaganda cultural no exterior. Durante a Segunda Guerra, houve o enfraquecimento das relações Brasil-França, que foi retomado após o fim dos conflitos, com o estabelecimento de novos acordos focados em cultura, ciência e técnica. O objetivo deste projeto é analisar o processo de fundação da Maison du Brésil, uma residência brasileira situada na Cité Internationale Universitaire de Paris, iniciado na década de 1920 e concretizado em 1959, bem como os vinte primeiros anos de funcionamento da casa. Busca, a partir do estudo histórico da instituição, reconstituir as redes científicas propiciadas pela circulação internacional de pesquisadores e estudantes, como fruto da diplomacia científica do período. Embora o termo "diplomacia científica" seja recente, a prática faz parte da história das relações internacionais há alguns séculos. A abordagem histórica transnacional das ciências tem se mostrado uma relevante ferramenta analítica para a compreensão de como as políticas diplomáticas participam do processo de circulação do conhecimento e construção de redes transnacionais. O estudo histórico da diplomacia científica, presente nas origens da Maison du Brésil, pode auxiliar a compreender, de forma ampla, as relações científicas, culturais e universitárias estabelecidas entre Brasil e França entre 1920 e 1979. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)