Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão de marcadores da diferenciação osteoblástica de células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo de ratos, modulada pela terapia de fotobiomodulação

Processo: 21/03665-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de maio de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Emanuela Prado Ferraz
Beneficiário:Camila Costa Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia bucomaxilofacial   Células-tronco mesenquimais   Reparo ósseo   Osteoblastos   Expressão gênica   Diferenciação celular   Fosfatase alcalina   Terapia a laser de baixa intensidade

Resumo

A engenharia do tecido ósseo é uma modalidade terapêutica baseada na combinação de arcabouços, fatores de crescimento e células. Dentre os tipos celulares empregados, as células-tronco mesenquimais (CTM) derivadas do tecido adiposo (CTM-TA) surgem como uma alternativa pela sua facilidade de obtenção associada à menor morbidade. Contudo, menor potencial osteogênico tem sido atribuído às CTM-TA, o que limita seu uso. Nesse contexto, estratégias que visem incrementar o potencial terapêutico das CTMs, chamado de priming celular, vem sendo estudadas e a terapia de fotobiomodulação (FBM) surge como uma alternativa. A FBM é um tratamento não invasivo que diminui o estresse oxidativo e tem sido relacionado à aceleração do processo de reparo ósseo. Baseado em resultados do nosso grupo que indicaram que a FBM aumenta a produção de matriz mineralizada de CTM-TA de ratos, nosso objetivo é investigar, de maneira temporal, a a expressão de genes e proteínas marcadoras da diferenciação osteoblástica destas células. As células serão cultivadas em meio osteogênico e expostas à terapia de FBM. As culturas serão mantidas por até 21 dias para avaliar a atividade da fosfatase alcalina (ALP), expressão gênica e proteica de ALP, RUNX2 e OPN, e a produção de matriz mineralizada. Os dados serão submetidos ao teste de aderência à curva normal para determinação do teste estatístico apropriado, e o nível de significância será de 5%. Os resultados deste estudo irão esclarecer os potenciais efeitos terapêuticos da FBM sobre a diferenciação osteoblástica CTM-TA, irão contribuir para o desenvolvimento de abordagens terapêuticas para otimizar reconstruções estético-funcionais de defeitos ósseos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)