Busca avançada
Ano de início
Entree

O sonho como via régia para a apreensão das políticas de sofrimento no Brasil contemporâneo à COVID-19

Processo: 21/00267-3
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 30 de abril de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia
Pesquisador responsável:Christian Ingo Lenz Dunker
Beneficiário:João Pedro Passos de Queiroz
Instituição Sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Psicologia clínica   Psicanálise   Políticas do sofrimento   Sofrimento psíquico   Sonho   Pandemias   COVID-19   SARS-CoV-2
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Covid-19 | Pandemia | politicas de sofrimento | Psicanálise | sonhos | Psicologia Clínica

Resumo

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) é o maior desafio de saúde pública que o Brasil enfrenta em décadas. Além de preocupações relativas à saúde física, a pandemia tem provocado inúmeras experiências de sofrimento. Tocado pelos impactos subjetivos da pandemia no país, passei a me questionar sobre como a psicanálise pode acompanhar o modo pelo qual os sofrimentos se apresentam e como são produzidos, narrados e geridos politicamente no Brasil da COVID-19. A partir de uma experiência prévia de pesquisa sobre sonhos coletados durante a pandemia, formulei a hipótese de que os modos de sofrimento próprios a este período poderiam ser verificados no campo onírico. Assim, com este projeto, objetiva-se investigar o sonho como via privilegiada para a apreensão das políticas de sofrimento contemporâneos à pandemia. Para isso, pretende-se, em um primeiro momento, localizar o espaço onírico como intervalar entre a vida pública e privada. Em uma segunda etapa, projeta-se circunscrever o contexto de emergência da COVID-19 no país, identificando os principais relatos de experiências promovedoras de sofrimento. Em seguida, em uma terceira etapa, espera-se examinar como os sonhos articulam narrativas de sofrimento, demandas de reconhecimento e de transformação e circuitos de afetos. Por último, trata-se de delimitar como a gramática de sofrimento extraída do conjunto de sonhos configura uma política de sofrimento, enquanto uma estratégia de aparelhamento do mal-estar e de produção de laço social própria a este período histórico. Dessa forma, deseja-se contribuir tanto para a clínica psicanalítica, com a apreensão dos modos de sofrimento contemporâneos, como para a teoria psicanalítica sobre a relação entre o campo onírico e os modos de gestão social do sofrimento, em uma transversalidade entre clínica e política.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
QUEIROZ, João Pedro Passos de. Sonhos na pandemia: o despertar como escrita do mal-estar brasileiro. 2023. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Psicologia (IP/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.