Busca avançada
Ano de início
Entree

Desafios da velhice: políticas públicas, gênero e relações entre gerações

Processo: 21/04585-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Guita Grin Debert
Beneficiário:Marcelo Daniliauskas
Instituição-sede: Núcleo de Estudos de Gênero (PAGU). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/09742-6 - Desafios da velhice: políticas públicas, gênero e relações entre gerações, AP.R
Assunto(s):Envelhecimento   Velhice   Idosos   Cuidadores de idosos   Políticas públicas   Relações entre gerações

Resumo

Desdobramento do projeto anterior, voltado para os desafios do cuidado, o interesse da proposta é oferecer elementos para a reflexão sobre os significados que a experiência de envelhecimento ganha no mundo contemporâneo, levando em conta sua inserção em duas redes de relações: a rede envolvida nas políticas implementadas pelo poder executivo e nas propostas que têm sido geradas pelos conselhos de idosos; e a rede de soluções que têm sido criadas no âmbito das famílias ou de grupos de idosos de modo a enfrentar os desafios do envelhecimento, particularmente quando estão em jogo as fases mais avançadas da velhice. Com essa finalidade, e tendo como base uma metodologia qualitativa, serão explorados diversos tipos de materiais textuais e etnográficos relacionados com três ordens de questões: 1- Políticas voltadas para o idoso, tendo como base, de início, as iniciativas da nas cidades de São Paulo e Campinas - particularmente a Secretaria de Desenvolvimento Social e os programas de Centros Dia e Centro de Convivência de Idosos. Interessa aqui identificar qual é o idoso alvo destas políticas, como suas necessidades e dos familiares por eles responsáveis são identificadas e tratadas, e como os idosos e seus cuidadores avaliam essas ações. 2- Conselhos de Idoso, de modo a identificar como essas instâncias que compreendem representação das agências governamentais e da sociedade civil definem os problemas que afetam os idosos, bem como as formas de solucioná-los e a relação que estabelecem com as políticas implementadas pelas prefeituras municipais de Campinas e São Paulo e pelo governo do estado. 3- Projeto de Lei do Cuidador de Idoso, em andamento desde 2012 (PL4702/2012), e que tem como objetivo regulamentar a profissão de cuidador. Interessa aqui acompanhar como deveres e obrigações dos idosos, de seus familiares e cuidadores são definidas e os debates envolvidos na regulamentação desta profissão.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)