Busca avançada
Ano de início
Entree

Genômica populacional do umbuzeiro (Spondias tuberosa), por meio de genotipagem por sequenciamento (GBS)

Processo: 21/04698-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de junho de 2021
Vigência (Término): 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Elizabeth Ann Veasey
Beneficiário:Flaviane Malaquias Costa
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/04100-6 - Filogeografia, história evolutiva e genética da conservação de frutíferas nativas do Brasil: bacurizeiro (Platonia insignis), cajazeira (Spondias mombin) e umbuzeiro (Spondias tuberosa), AP.R
Assunto(s):Diversidade genética   Estruturas genéticas   Genética populacional   Spondias tuberosa   Evolução molecular

Resumo

No Brasil, é grande a diversidade e potencialidade das frutíferas, entre as quais destaca-se o umbuzeiro (S. tuberosa Arruda Câmara), árvore endêmica do semiárido brasileiro e restrita à caatinga, não existindo relatos de sua ocorrência em outras regiões do mundo. Seus frutos são explorados comercialmente para consumo "in natura" e industrialmente na elaboração de geleias, sorvetes, doces, polpas congeladas, entre outros. Este projeto tem como objetivos investigar a estrutura e diversidade genética e genômica da espécie ao longo de sua distribuição geográfica, bem como propor ações visando sua conservação. Para isso serão utilizados marcadores de nova geração obtidos por meio de sequenciamento de DNA para obtenção de polimorfismos de nucleotídio único (SNPs). Foram realizadas coletas nos Estados da Bahia, Minas Gerais, Paraíba e Pernambuco, podendo ainda ser incorporadas populações de outras localidades por meio de novas coletas. Utilizando marcadores SNPs serão estimados diversos parâmetros de diversidade e estrutura genética populacional. Serão realizadas análises de DAPC, de agrupamento e de coordenadas principais, entre outras, bem como estimados parâmetros de diversidade genética. As informações sobre a diversidade, estrutura genética e genômica serão primordiais para o seu uso racional e para a elaboração de estratégias eficientes de conservação in situ e/ou ex situ, bem como para auxiliar em programas de melhoramento da espécie.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)