Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabelecimento do modelo animal de doença de Peyronie induzido por fibrina

Processo: 21/02341-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Sabrina Thalita dos Reis Faria
Beneficiário:Caroline Brandão Chiovatto
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urologia   Induração peniana   Fibrina   Análise qualitativa   Técnicas histológicas   Modelo experimental   Modelos animais
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Doença de Peyronie | fibrina | Modelo Animal | Urologia

Resumo

A doença de Peyronie consiste na formação de uma fibrose entre a túnica albugíneae os corpos cavernosos do pênis, e que pode ser acompanhada por dor, disfunção erétil e deformação peniana e efeitos psicossociais em pacientes. Sua etiologiaainda não é totalmente esclarecida na literatura, porém, acredita-se que a formação da placa fibrosa seja ocasionada após microtraumas recorrentes no pênis durante avida de homens com predisposição à fibrose. Atualmente, a doença afeta cerca de13% da população mundial masculina, e apresenta três fases denominadas como fase I ou aguda, em que ocorre um processo inflamatório agudo, liberação de fator de crescimento transformador beta TGF-² e rompimento de vasos sanguíneos; fase II ou proliferativa, com duração de cerca de doze dias após a lesão, sendo caracterizada pela produção exacerbada de colágeno e formação de cicatriz epitelial; e fase III ou crônica, que está relacionada com a quebra de colágeno pelas metaloproteinases, remodelação da placa fibrosa e determinação da curvatura peniana. Atualmente, ainda não existe em nosso laboratório um modelo animal de doença de Peyronie padronizado, portanto, acreditamos que o estabelecimento de um modelo animal possa beneficiar o desenvolvimento de novas terapias alvo moleculares e contribuir para uma melhor compreensão da fisiopatologia da doença. Dessa forma, este trabalho propõe padronizar o modelo experimental de doença de Peyronie induzido por fibrina, e para isso serão utilizados ratos machos divididos aleatoriamente em dois grupos. A confirmação do modelo se dará através de análise qualitativa das lâminas histológicas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PIMENTA, RUAN; MIOSHI, CAROLINA MIE; GONCALVES, GUILHERME L.; CANDIDO, PATRICIA; CAMARGO, JULIANA A.; GUIMARAES, VANESSA R.; CHIOVATTO, CAROLINE; GHAZARIAN, VITORIA; ROMAO, POLIANA; DA SILVA, KARINA SERAFIM; et al. Intratumoral Restoration of miR-137 Plus Cholesterol Favors Homeostasis of the miR-137/Coactivator p160/AR Axis and Negatively Modulates Tumor Progression in Advanced Prostate Cancer. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 24, n. 11, p. 16-pg., . (18/26528-5, 18/19906-3, 19/19138-9, 22/09284-0, 19/00156-7, 21/02341-6, 20/01317-1)
PIMENTA, RUAN; CAMARGO, JULIANA A.; GONCALVES, GUILHERME L.; GHAZARIAN, VITORIA; CANDIDO, PATRICIA; GUIMARAES, VANESSA R.; ROMAO, POLIANA; CHIOVATTO, CAROLINE; DA SILVA, KARINA SERAFIM; DOS SANTOS, GABRIEL A.; et al. Overexpression of miR-17-5p may negatively impact p300/CBP factor-associated inflammation in a hypercholesterolemic advanced prostate cancer model. MOLECULAR BIOLOGY REPORTS, v. 50, n. 9, p. 13-pg., . (18/26528-5, 18/19906-3, 19/19138-9, 22/09284-0, 19/00156-7, 21/02341-6, 20/01317-1)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.