Busca avançada
Ano de início
Entree

As quatro esculturas figurando leões conservadas no Museu de Arte Sacra de Embu das Artes: circulação global e objetos de inspiração asiática no antigo aldeamento de M'Boy Mirim

Processo: 21/00336-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 30 de abril de 2022
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Renata Maria de Almeida Martins
Beneficiário:Isabela de Oliveira Dias
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História da arte   Historiografia   São Paulo   Ásia

Resumo

O projeto de Iniciação Científica proposto visa reunir fontes bibliográficas e iconográficas acerca da circulação de objetos, materiais e produções artísticas de inspiração asiática, a partir de obras existentes no antigo aldeamento jesuítico M'Boy Mirim, hoje Embu das Artes. Por meio de relações entre o programa decorativo de espaços religiosos jesuítas na América Portuguesa e a documentação sobre os bens da Companhia, procura-se evidenciar sua influência na formação da arte colonial e os diálogos entre as diversas áreas geográficas nas quais atuou. Nesse sentido, serão estudados, em particular, os quatro leões conservados na antiga residência jesuítica de Nossa Senhora do Rosário, atual Museu de Arte Sacra de Embu das Artes, bem como a reprodução dessas figuras em outros objetos, como porcelanas, têxteis e mobiliário. Tais esculturas derivam da reinterpretação de modelos asiáticos; podem ser aproximados dos chamados leões de Fô, que remetem à guarda de residências na China antiga, reproduzidas e esculpidas, sobretudo, como ornamentação em peças do mobiliário português de inspiração indiana ou de produção indiana para o mercado português. Dessa maneira, evidencia-se que a atuação da Companhia de Jesus, entre Portugal, a China, a Índia Portuguesa e o Brasil, possibilitou a existência de um específico gosto decorativo na América Portuguesa, campo ainda pouco contemplado em profundidade na historiografia brasileira. Assim, o projeto em questão colabora para a construção de uma História Global das Artes, com foco na contribuição asiática na arte do Barroco americano, proposta pelo Projeto Jovem Pesquisador FAPESP "Barroco Cifrado: Pluralidade Cultural na Arte e na Arquitetura das Missões no Estado de São Paulo (1549-1760)", em andamento na FAU-USP.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)