Busca avançada
Ano de início
Entree

Interação da correção da acidez do solo com nitrogênio no acúmulo de carbono estável no solo

Processo: 20/07559-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Ciro Antonio Rosolem
Beneficiário:Maria Gabriela de Oliveira Andrade
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Acidez do solo   Carbono no solo   Calagem   Gessagem   Calcário   Gesso   Ácido húmico   Substâncias húmicas   Soja   Milho

Resumo

A semeadura direta aumenta o nível de carbono (C) do solo por amenisar sua decomposição, pela adição de resíduos de plantas e pela melhor agregação do solo. Foi demonstrado que o C é mais estável em agregados menores do solo, e ainda que a calagem e adubação nitrogenada podem resultar em maior acúmulo de C estável. A hipótese do trabalho é a interação dos fatores pode resultar em maior acúmulo de C no solo que cada um dos fatores isolados. Dessa forma, objetiva-se com a presente pesquisa avaliar o efeito da aplicação de calcário e gesso, associada ou não à adubação nitrogenada, na agregação do solo, acúmulo de carbono, ácido húmico, ácido fúlvico e humina, relacionando o acúmulo de carbono estável com as classes de agregados em um sistema de produção com soja e milho de segunda safra. O experimento será instalado em condições de campo, em Botucatu-SP, em continuação a um experimento de longo prazo em que se estuda a resposta da soja e do milho de segunda safra à calagem e gessagem, bem como a respostada do milho ao nitrogênio. Os tratamentos são constituídos pela combinação de: controle (sem aplicação de calcário e gesso), aplicação de calcário e aplicação de calcário + gesso, além de quatro doses de N (0, 80, 160, 240 kg ha-1 de N). O solo será amostrado nas profundidades de 0-10, 10-20, 20-40, 40-60 cm. As classes de agregados serão separadas através do método de peneiração úmida e classificados como: areia e concreções de ferro, macroagregados, microagregados e silte e argila. Serão avaliados teores de N, C e a relação ácido húmico e ácido fúlvico no solo e nos agregados. Os resultados serão submetidos à análise de variância, Teste de Tukey, correlação e regressão polinomial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)