Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação do mecanismo de ação de uma quinazolina com atividade antimicrobiana sobre bactérias fitopatogênicas do gênero Xanthomonas

Processo: 21/00583-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Celso Eduardo Benedetti
Beneficiário:Thiago Gaspar Inácio
Instituição Sede: Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Brasil). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia molecular   Anti-infecciosos   Bactérias fitopatogênicas   Quinazolinas   Xanthomonas citri   Citotoxicidade   Bactérias gram-negativas   Espectrometria de massas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:citotoxicidade | mecanismo de ação de quinazolinas | quinazolinas | Xanthomonas citri | Biologia molecular e estrutural

Resumo

Dada a relevância das bactérias Gram-negativas como importantes patógenos de plantas e animais, o LNBio vem sintetizando e testando compostos derivados de quinazolinas com ação antimicrobiana contra essa classe de bactérias. Um desses compostos, denominado QX1, apresentou atividade bactericida contra várias espécies de Xanthomonas. Embora a atividade antimicrobiana de muitos derivados da quinazolina seja conhecida, os alvos primários de ação dessa classe de moléculas ainda não são conhecidos. Portanto, o principal objetivo desse projeto é determinar o mecanismo de ação da quinazolina QX1 em Xanthomonas citri, agente causal da doença cancro cítrico que afeta todas as variedades comerciais de citros no Brasil e no mundo. Para tanto, uma abordagem utilizando espectrometria de massas foi usada para identificar proteínas de X. citri cuja síntese foi aumentada na presença de QX1 a fim de compensar uma possível inibição de vias metabólicas causadas por este composto. A identificação dessas proteínas e o entendimento de suas funções biológicas poderão trazer pistas sobre o mecanismo de ação de QX1. Dessa forma, proteínas de X. citri induzidas por QX1 foram selecionadas como alvos diretos de ligação desse composto para estudos funcionais e estruturais. Além disso, por se tratar de um composto químico cujas propriedades químicas ainda não foram devidamente estudadas, e a fim de sustentar estudos futuros no campo da saúde humana, pretende-se ainda, neste projeto, realizar testes de citotoxicidade de QX1 em células humanas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)