Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelos in vivo de rinossinusite crônica em camundongos e em coelhos

Processo: 21/02318-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Fabiana Cardoso Pereira Valera
Beneficiário:Gabriela Maciel Vieira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/05843-2 - Estudo de novas abordagens terapêuticas no tratamento da rinossinusite crônica com pólipo nasal, AP.TEM
Assunto(s):Otorrinolaringologia   Sinusite crônica   In vivo   Modelos animais de doenças

Resumo

A rinossinusite crônica é uma doença de alto impacto socioeconômico, pela alta prevalência e pela alta interferência em qualidade de vida. O tratamento considerado padrão ouro é o corticoide tópico, mas em torno de 30% dos pacientes ainda persistem com sintomas consideráveis apesar do tratamento clínico. O estudo de novas drogas e de novos veículos para as drogas (tradicionais ou as novas) é essencial para a otimização do tratamento clínico. Para esse intuito, os estudos in vivo, com animais, se fazem necessários. No entanto, a reprodução de modelos animais para o modelo de rinossinusite crônica com pólipos nasais ainda não está bem estabelecida, em especial no caso de camundongos. Esses modelos são essenciais para o estudo da eficácia dos novos tratamentos, parte importante do propósito do atual projeto temático. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)