Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da ação do citral na permeabilidade intestinal e endotoxemia metabólica em camundongos obesos alimentados com dieta hiperlipídica

Processo: 20/15225-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2024
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:Clélia Akiko Hiruma Lima
Beneficiário:Maycon Tavares Emílio Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Produtos naturais   Citral   Endotoxemia   Dieta hiperlipídica   Disbiose   Microbioma gastrointestinal   Lipopolissacarídeos   Obesidade   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Western blotting

Resumo

A Obesidade é uma doença crônica que tem crescido em todo o mundo, advindo de fatores etiológicos distintos como o estilo de vida e fatores genéticos. A ingestão de uma dieta rica em gordura leva a um progressivo aumento de tecido adiposo e desencadeia alterações metabólicas, possivelmente causadas por uma mudança na microbiota do trato gastrointestinal (TGI), caracterizado como um quadro de disbiose intestinal. Essa mudança promove um aumento dos níveis de lipopolissacarideo (LPS), um componente da parede celular de bactérias Gram-negativas, que sensibiliza macrófagos presentes no TGI e induz a produção de mediadores pró-inflamatórios, como o fator de necrose tumoral (TNF)-±. Esse fenômeno prejudica a ação de proteínas de junção intercelular, as ocludinas e claudinas, que desencadeiam alterações na integridade da barreira da mucosa. Um aumento na permeabilidade intestinal induz um maior extravasamento de LPS do lúmen intestinal para a circulação sistêmica, um quadro de endotoxemia metabólica característico em indivíduos obesos que eleva a sensibilização de macrófagos circulantes e provoca a produção de novos mediadores pró-inflamatórios tais como; TNF-±, interleucina-6 (IL-6) e o hormônio leptina, considerados biomarcadores sistêmicos da Obesidade. Portanto, níveis elevados de LPS associados a um quadro de inflamação crônica de baixo grau característico da Obesidade estão relacionados ao maior acometimento desses pacientes às doenças crônicas como Diabetes Mellitus tipo 2 e doenças cardiovasculares. A busca por fármacos que atuem na modulação da microbiota e na permeabilidade intestinal pode contribuir para a descoberta de novas abordagens mais efetivas e seguras para o tratamento da Obesidade. Os produtos de origem vegetal são uma importante fonte de biomoléculas com atuação farmacológica, como o citral, um monoterpeno que possui efetiva ação anti-inflamatória, antipirética, antihiperlipidêmica e gastroprotetora, efeitos estes retratados em estudos anteriores. Nossos trabalhos já demonstraram a efetiva ação do citral em reduzir os níveis séricos de TNF-± e leptina em camundongos obesos induzidos a inflamação sistêmica com LPS. Portanto, nosso objetivo geral é caracterizar a ação do citral na microbiota do TGI e avaliar sua atuação na permeabilidade intestinal (in vivo e in vitro), e consequentemente, avaliar sua ação na endotoxemia metabólica em camundongos obesos alimentados com dieta hiperlipídica (HFD). Avaliaremos expressão gênica e proteica de marcadores para processo inflamatório e permeabilidade intestinal e sistêmico através de PCR e Western blotting, respectivamente. Como também, será avaliado o perfil da microbiota intestinal por sequenciamento de genes presentes nas fezes de animais eutróficos e obesos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)