Busca avançada
Ano de início
Entree

Frações de carbono e nitrogênio mineralizável no solo em sistema de integração lavoura-pecuária

Processo: 20/16651-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2021
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Mara Cristina Pessôa da Cruz
Beneficiário:Henrique Fontellas Laurito
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Pedologia   Agrossilvicultura   Sistemas de produção   Fertilidade do solo   Adubação   Nitrogênio   Carbono   Delineamento experimental   Análise de variância   Teste de Tukey

Resumo

Em pesquisas sobre manejo de solo a matéria orgânica é frequentemente fracionada, com ênfase para a fração mais lábil, que é a mais sensível às alterações no manejo e a mais diretamente associada à ciclagem de nutrientes. Essa sensibilidade permite ganhar tempo para recomendar as melhores estratégias ou propor ajustes no manejo para aumentar a qualidade do solo e a sustentabilidade dos sistemas de produção. Com o presente projeto tem-se por objetivos avaliar o carbono orgânico particulado (COp) e o N orgânico mineralizável em sistema de integração lavoura-pecuária (ILP) em que foram testados, na integração, diferentes sistemas de semeadura de milho e capim-marandu. O experimento foi instalado no ano de 2015, no Centro de Pesquisa de Bovinos de Corte de Sertãozinho, pertencente ao Instituto de Zootecnia/APTA/SAA. O delineamento do experimento foi em blocos casualizados com seis tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram: Lavoura (milho para grãos); Pecuária (capim-marandu); ILP1: milho mais capim-marandu com semeadura simultânea na adubação de plantio; ILP2: milho mais capim-marandu com semeadura simultânea na adubação de plantio + aplicação de herbicida nicosulfuron; ILP3: milho mais capim-marandu com semeadura do capim-marandu na adubação de cobertura do milho; ILP4: milho mais capim-marandu com semeadura simultânea do capim-marandu na linha e na entrelinha do milho + aplicação do herbicida nicosulfuron. O experimento foi conduzido até janeiro de 2018, quando foi feita coleta de amostras de solo nas profundidades de 0-10 cm e 10-20 cm, as quais serão incubadas a 25oC por 28 dias. O COp será determinado nas amostras antes e após a incubação. O N mineralizado será avaliado ao final da incubação. Os efeitos dos tratamentos nos teores de COp antes da incubação e no N mineralizado serão avaliados empregando análise de variância pelo teste F, considerando delineamento em blocos ao acaso em parcelas subdivididas. As monoculturas de milho e capim e os sistemas de semeadura dentro do ILP serão considerados tratamentos principais, e as profundidades, tratamentos secundários. Em caso de significância será feita comparação de médias pelo teste de Tukey. Será calculada a diferença entre o COp antes e após a incubação e esta diferença será submetida a análise de variância e comparação de médias, e será também correlacionada aos dados de N mineralizado.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)