Busca avançada
Ano de início
Entree

As Pós-Homéricas de Quinto de Esmirna, livros 1-3: tradução para o Português e comentário narratológico em Inglês

Processo: 20/06785-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2025
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:André Malta Campos
Beneficiário:Rafael de Almeida Semêdo
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Antiguidade tardia   Tradução literária   Língua portuguesa   Literatura grega clássica

Resumo

Este projeto visa a produzir uma tradução para o Português e um comentário narratológico em Inglês dos livros 1-3 das Pós-Homéricas de Quinto de Esmirna, um poema épico datado aproximadamente do século 3 d.C. Tal obra apresenta, em 14 livros de hexâmetros datílicos, os eventos que ocorrem entre a Ilíada e Odisseia de Homero, das consequências da morte de Heitor até a partida dos gregos de Troia. Tais eventos incluem episódios famosos, como o ardil do Cavalo de Troia, o julgamento pelas armas de Aquiles e o suicídio subsequente de Ajax, e, mais importante para este projeto, a morte de Aquiles. Os livros 1-3, segmento abordado neste projeto, retratam o arco final do protagonista da Ilíada: a chegada da amazona Pentesileia e do herói Mêmnon, ambos mortos por Aquiles, e a morte do próprio herói após um ferimento de flecha em seu calcanhar. Este projeto pretende produzir a primeira tradução para Língua Portuguesa de tal segmento, bem como o primeiro comentário narratológico a ser escrito sobre as Pós-Homéricas. Atualmente, existem comentários abordando metade dos livros do poema. Nenhum deles, entretanto, se utiliza da narratologia como principal aparato metodológico. Assim, seguindo o mesmo modelo de "A narratological commentary on the Odyssey" (2001, Irene de Jong), preocuparemo-nos sobretudo com a narratividade do texto de Quinto, isto é, com a maneira pela qual sua história é apresentada, e com as técnicas empregadas na representação de seus personagens, suas ações, a disposição do espaço e a manipulação do tempo. Assim, portanto, avaliamos os recursos narrativos de que o narrador Quintiano se utiliza para conduzir os narratários através de sua representação dos momentos finais de um dos heróis mais importantes da Antiguidade, o protagonista da Ilíada e o melhor dos Aqueus, Aquiles. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)