Busca avançada
Ano de início
Entree

Pisciculturas em tanques-rede interferem sobre a ecologia trófica de Metynnis lippincottianus (Characiformes, Serrasalmidae) ?

Processo: 20/10507-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Igor Paiva Ramos
Beneficiário:Julia Kaori Kuriyama Ramos
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Ecossistemas aquáticos   Piscicultura   Aquicultura   Tanques-rede   Águas interiores   Recursos pesqueiros   Characiformes

Resumo

A piscicultura em tanques-rede é uma das atividades zootécnicas que mais crescem no Brasil, devido à sua alta disponibilidade de recursos hídricos dulcícolas além do clima tropical favorável a implantação. Contudo, a implementação desse modelo de cultivo, disponibiliza matéria orgânica (escama, excretas e ração, entre outros) no ambiente aquático adjacente, que pode ter influência sobre a biota local, em especial a dieta de peixes silvestres. Dessa forma, a presente proposta objetiva testar a hipótese de que há diferença nos aspectos alimentares entre espécimes silvestres da espécie de peixe Metinnys lippincottianus entre áreas sob influência aquícola (Tanque) e áreas livres dessa influência (Controle) em um reservatório Neotropical. A coleta dos exemplares de M. lippincottianus foi realizada com redes de espera, nos meses de março e junho de 2019 (Tanque = 41 exemplares; Controle = 33 exemplares). Após a coleta, todos os exemplares capturados foram eutanasiados, congelados e transportados para o laboratório. Posteriormente, seus estômagos foram retirados e fixados em formol 4% e conservado em álcool 70% para análise laboratorial. Os conteúdos estomacais serão examinados e os itens alimentares identificados até o menor nível taxonômico possível, e quantificados por meio do método volumétrico. A composição da dieta e suas possíveis diferenças, serão avaliadas por meio das análises PERMANOVA e SIMPER, enquanto a amplitude de nicho trófico por meio de PERMDISP. Também será determinada a guilda trófica da espécie para cada área. Espera-se com os resultados, aumentar a compreensão das influências da atividade aquícola em tanques-rede sobre a biota silvestre, bem como fornece informações biológicas sobre a espécie alvo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)