Busca avançada
Ano de início
Entree

História e imprensa no processo de redemocratização do Brasil: conflitos e disputas na cobertura jornalística sobre a Anistia de 1979

Processo: 20/15704-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Denilson Botelho de Deus
Beneficiário:Juliane Cavalcante
Instituição-sede: Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Guarulhos. Guarulhos , SP, Brasil
Assunto(s):Imprensa   Jornalismo   Redemocratização   Anistia

Resumo

A proposta desta pesquisa consiste em desenvolver uma análise criteriosa e detalhada da cobertura jornalística sobre a Lei da Anistia promulgada em 28 de agosto de 1979. Valendo-se de um extenso levantamento já realizado do que se publicou em seis jornais de grande circulação no país (Correio Braziliense, Folha de S. Paulo, Jornal do Brasil, O Estado de S. Paulo, O Globo e Tribuna da Imprensa), entre 15 de agosto e 15 de setembro daquele ano, pretende-se investigar o modo como foram abordadas as disputas em torno da definição dos termos da anistia e os embates relacionados a esse processo. Para além do projeto de Anistia encaminhado ao Congresso Nacional pelo governo Figueiredo (1979-1985), diferentes segmentos da sociedade se envolveram nos debates sobre o tema, adotando estratégias variadas de pressão como, por exemplo, manifestações populares e greve de fome. Isto evidencia que a Anistia foi resultado de negociações e conflitos ocorridos dentro e fora da esfera parlamentar, e não de uma iniciativa unilateral do último governo da ditadura iniciada em 1964. Cotejando a cobertura feita pela imprensa, pretende-se dimensionar o papel desempenhado pelos jornais no âmbito desse processo - jornais que também exerceram o agenciamento da história ao defenderem interesses e princípios ideológicos que conformaram o alcance e os limites da Anistia. Por fim, vale ressaltar a relevância dessa pesquisa que aborda um episódio fundamental da história política recente do país, a partir do qual se produziram as bases do silenciamento e esquecimento sobre crimes cometidos pelo Estado durante da ditadura civil-militar vigente entre 1964 e 1985.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)