Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação do L-ácido ascórbico e do plasma frio em pressão atmosférica no tratamento da candidose bucal: avaliação in vitro e in vivo e

Processo: 21/00046-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Cristiane Yumi Koga Ito
Beneficiário:Noala Vicensoto Moreira Milhan
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/05856-7 - Aplicações de plasmas atmosféricos não-térmicos na odontologia: da bancada para a clínica, AP.TEM
Assunto(s):Candida   Candidose   Plasma frio   Microbiologia

Resumo

O objetivo deste projeto é avaliar a associação entre o ácido ascórbico e o plasma frio em pressão atmosférica (low temperature atmospheric pressure plasma - LTAPP) no tratamento da candidose bucal. O projeto terá início com experimentos in vitro para estabelecimento das condições ideais de interação. Para tanto, o efeito da associação do LTAPP com concentrações diferentes de L-ácido ascórbico será avaliada em células planctônicas de cepas padrão e isolados clínicos de Candida albicans. A faixa inicial de teste será de 5 mM a 90 mM de L-ácido ascórbico. Tendo como base os resultados para células planctônicas, será investigado o efeito da associação sobre biofilmes de 24 e 48 horas de C. albicans. Além disso, o efeito imunomodulatório do protocolo determinado será verificado em modelo de macrófagos RAW 264.7. Em seguida, o protocolo efetivo será avaliado quanto à citotoxicidade para queratinócitos e fibroblastos e genotoxicidade. O protocolo efetivo e seguro será então validado em modelo in vivo para o tratamento de lesões de candidose oral induzida em modelo murino. Para cada experimento, serão utilizados 72 camundongos (Mus musculus) Swiss, machos randomicamente divididos em 3 grupos: tratados (n=24; tratados com LTAPP+ácido ascórbico), controle positivo (n=24; tratados com tratados com solução de nistatina 100.000 UI), controle (n=24, sem tratamento). Os animais serão eutanasiados 24 e 48 horas após o final de 3 séries de tratamento. As línguas serão analisadas microbiologicamente para detecção do número de células fúngicas pelo método do plaqueamento. Análises histopatológicas e quantificação das hifas invadindo o epitélio também serão realizadas. Os tecidos serão analisados para expressão de TNF-alpha, IL (interleucina)- 1² e IL-10. Análise imuno-histoquímica usando Ki67 e VEGF será utilizada para estudar a proliferação celular e vascular.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)