Busca avançada
Ano de início
Entree

A representação da domesticidade: entre a (re)estruturação e as agências femininas em Literaturas Africanas de língua portuguesa

Processo: 20/12594-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Pesquisador responsável:Elena Brugioni
Beneficiário:Joyce Brito dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura africana   Feminismo   Língua portuguesa

Resumo

O presente projeto de Iniciação Científica se insere na área dos estudos Feministas e Pós-Coloniais, e considera central a questão da domesticidade, sendo tanto uma limitação espacial quanto uma relação de poder que se fortalece como uma ferramenta de domínio colonial, de acordo com Anne Mcclintock (2010). A hipótese de leitura é de que há em Neighbours (Lília Momplé, 2012), Niketche: Uma História de Poligamia (Paulina Chiziane, 2018) e A Última Tragédia (Abdulai Sila, 2006), (re)estruturações dessa ferramenta e, simultaneamente, respostas femininas, que, nesta pesquisa, serão demonstradas pelas representações das personagens Narguiss, Muntaz, Rami e Ndani. Pretende-se, por meio do campo das Literaturas Comparadas, se debruçar sobre os aspectos estéticos e políticos que traduzem de maneira transnacional as proposições aqui contidas. Assim, investigar por intermédio de articulações teóricas e paradigmas críticos alternativos a domesticidade (e) n(as) Literaturas Africanas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)