Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação das proteínas-alvo dos pirofosfatos de inositol PP-IP4 e IP7 em Leishmania braziliensis

Processo: 20/16465-6
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Marcelo Santos da Silva
Beneficiário:Yete Gambarini Ferri
Instituição Sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/10753-2 - Investigação do papel dos pirofosfatos de inositol (PP-IPs) em vias de reparo de DNA e dinâmica dos telômeros utilizando tripanossomatídeos como modelo, AP.JP
Assunto(s):Fosforilação   Proteínas recombinantes   Leishmania braziliensis
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:fosforilação | Inositol pirofosfatos | leishmania braziliensis | Pirofosforilação | Proteinas recombinantes | tripanosomatídeos | Biologia Celular e Molecular de tripanosomatídeos

Resumo

Em eucariotos modelo, pirofosfatos de inositol (PP-IPs) - principalmente PP-IP4, IP7 e IP8 - estão envolvidos em uma ampla gama de processos celulares, como regulação do comprimento dos telômeros e recombinação homóloga (HR). No entanto, as proteínas-alvo dos PP-IPs, assim como seu mecanismo de ação, ainda não estão bem estabelecidas. PP-IP4, IP7 e IP8 são sintetizados através de vias complementares que envolvem a participação das quinases IP6K e PP-IP5K. Tripanossomatídeos possuem um gene ortólogo para IP6K, mas aparentemente não possuem ortólogos para PP-IP5K, i.e., não sintetizam IP8, o que os torna excelentes modelos para o estudo de PP-IP4 e IP7. Assim, este projeto de Mestrado consiste em amplificar, clonar, expressar e purificar a quinase IP6K recombinante de L. braziliensis, a fim de usá-la para sintetizar in vitro PP-IP4- e IP7-marcados e, em seguida, usá-los para rastrear suas proteínas-alvo. Resumidamente, IP6K recombinante será usada para gerar PP-IP4 e IP7 a partir de, respectivamente, I(3,4,5,6)P5 e IP6 isolados de L. braziliensis e um kit comercial contendo ATP marcado (³-[(Propargil)-imido]-ATP). Como controle, usando a mesma abordagem, IP5K recombinante será gerada e usada para sintetizar IP6 (que não é um pirofosfato) a partir de I(3,4,5,6)P5, usando o mesmo kit comercial contendo y-[(propargil)-imido]-ATP. Após a obtenção dessas moléculas, os extratos de L. braziliensis serão utilizados para realizar reações de pirofosforilação in vitro, nos quais se espera que haja apenas a hidrólise da porção pirofosfato de PP-IP4 e IP7 e transferência não enzimática dos grupos ²-fosfato para as proteínas-alvo. Em seguida, as proteínas-alvo pirofosforadas serão capazes de reagir com azida acoplada à biotina, permitindo sua captura por pull-down usando esferas de estreptavidina. As proteínas capturadas serão identificadas por espectrometria de massas (LC-MS/MS). Vale ressaltar que essa abordagem será de fundamental importância para responder às questões essenciais levantadas pelo projeto principal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ASSIS, LUIZ H. C.; ANDRADE-SILVA, DEBORA; SHIBURAH, MARK E.; DE OLIVEIRA, BEATRIZ C. D.; PAIVA, STEPHANY C.; ABUCHERY, BRYAN E.; FERRI, YETE G.; FONTES, VERONICA S.; DE OLIVEIRA, LEILANE S.; DA SILVA, MARCELO S.; et al. Cell Cycle, Telomeres, and Telomerase in Leishmania spp.: What Do We Know So Far?. CELLS, v. 10, n. 11, . (19/10753-2, 20/08162-3, 21/04253-7, 20/00316-1, 20/16465-6, 18/04375-2, 21/05523-8, 20/10277-3, 19/25985-6, 20/16480-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.