Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da viabilidade celular, potencial bioativo e propriedades físico-químicas de cimentos biocerâmicos em diferentes modelos experimentais

Processo: 20/11476-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Mario Tanomaru Filho
Beneficiário:Danilo Cassiano Ferraz
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Biocerâmicas   Imersão   Bioatividade   Teste de biocompatibilidade   Propriedades físico-químicas
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:bioatividade | biocompatibilidade | propriedades físico-químicas | silicato de cálcio | Tomografia Micro-computadorizada | Materiais Endodônticos

Resumo

Os meios de imersão podem influenciar a avaliação de propriedades de diferentes materiais biocerâmicos. O objetivo deste estudo será avaliar o efeito dos meios de imersão na biocompatibilidade, bioatividade e propriedades físico-químicas de materiais biocerâmicos. Serão utilizados diferentes meios de imersão: água destilada, solução salina tamponada de fosfato (PBS) e modelo in vivo em tecido subcutâneo de ratos. Os cimentos biocerâmicos serão avaliados de acordo com Subprojeto 1: cimentos biocerâmicos reparadores Bio-C Repair, Biodentine e IRM; Subprojeto 2: cimentos endodônticos Bio-C Sealer, BioRoot RCS e AH Plus); e Subprojeto 3: novos cimentos híbridos (reparadores e obturadores) de acordo com proporção de manipulação - NeoMTA 2 (2 proporções), MTA Repair HP e BioRoot. Tubos de polietileno serão preenchidos com os materiais (n=7) e submersos imediatamente nas soluções em estudo usando microtubos (Eppendorf, Hamburgo, Alemanha). Será realizado escaneamento em microtomografia computadorizada (micro-CT, SkyScan 1276, Bruker-microCT, Kontich, Bélgica) para determinar baseline e armazenados pelos períodos de 7 e 30 dias a 37ºC. A implantação dos materiais em subcutâneo será realizada com 28 ratos Holtzman (n=7), com 4 implantes por animal para os subprojetos 1 e 2. Após os períodos de 7 e 30 dias será novamente realizado escaneamento e determinada alteração volumétrica e porosidade. As mesmas amostras serão analisadas por microscopia eletrônico de varredura (MEV, JSM-6610LV Scanning Electron Microscope, JEOL, Tóquio, Japão) e espectroscopia por energia dispersiva (EDS) para verificar potencial bioativo. Além disso, após os períodos experimentais serão também caracterizados os efeitos biológicos causados pelos cimentos biocerâmicos. Serão utilizadas células de linhagem Saos-2 em contato com o extrato dos cimentos após a imersão em diferentes diluições. Serão realizados os testes de viabilidade celular pelo método MTT e Neutral Red além de testes de bioatividade pela atividade de fosfatase alcalina (ALP) e coloração vermelha de alizarina (ARS). Todas as análises celulares serão realizadas em três experimentos independentes. Para análise dos dados, os resultados serão submetidos aos testes estatísticos adequados. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FERRAZ, Danilo Cassiano. Avaliação das propriedades físico-químicas de cimentos biocerâmicos em diferentes modelos experimentais. 2022. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista (Unesp). Faculdade de Odontologia. Araraquara Araraquara.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.