Busca avançada
Ano de início
Entree

Estruturas jurídicas como instrumento de incentivo às startups no Brasil

Processo: 20/08799-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2021
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Direito - Direito Privado
Pesquisador responsável:Gustavo Saad Diniz
Beneficiário:Marcella Macchi Jorge Marcelino
Instituição-sede: Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Inovação   Startups   Escalabilidade

Resumo

As startups surgiram em um contexto de busca por inovação e tecnologia e de incentivo à criação e ao empreendedorismo, acompanhando o dinamismo econômico e global e influenciando o desenvolvimento e o crescimento da cultura empreendedora ao redor do mundo. Entretanto, os incentivos em relação a essa forma de empreendimento somente ganharam importância no Brasil por volta de 1998, e apesar de estarem sendo muito desenvolvidas nos últimos anos, ainda apresentam lacunas jurídicas. Com isso, surge a latente necessidade de se buscar formas de fomentar e incentivar as empresas de inovação no país, deixando de acomodá-las em estruturas societárias e negociais convencionais e sem as necessárias adaptações. Nesse contexto, a criação de estruturas jurídicas e formas de promover as startups poderiam facilitar o processo de criação destas, uma vez que essa escassez no país faz com que o dinamismo e a escalabilidade sejam prejudicados. Interessa a este trabalho, por meio de estudo teórico-doutrinário, analisar as diferentes formas de estruturas jurídicas para incentivo às empresas de inovação já existentes no país, suas formas de aplicação e sua eficácia, analisando os principais desafios existentes, almejando-se verificar como as medidas de estímulos governamentais às empresas de inovação podem fortalecer às startups. Logo, realizar-se-á o exame do conceito desse tipo de empreendimento, bem como a averiguação da atual eficiência ou não da aplicabilidade das estruturas jurídicas para incentivo e fomento das empresas de inovação já existentes. Desse modo, o objetivo final é analisar como a legislação brasileira interferiu no desenvolvimento destas empresas, buscando a confirmação da hipótese de que a regulamentação favorável a estas é vantajosa para um melhor e mais efetivo desenvolvimento das startups e da economia. Assim, a disciplina do assunto beneficiara tanto os empreendedores quanto a economia nacional em um contexto de necessidade de adaptação pós pandemia.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)