Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de danos estruturais através do sistema de monitoramento físico cibernético baseado na inteligência artificial

Processo: 20/13690-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Estruturas
Pesquisador responsável:Fábio Roberto Chavarette
Beneficiário:Thiago Carreta Moro
Supervisor no Exterior: Eloi João Faria Figueiredo
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Local de pesquisa: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Portugal  
Vinculado à bolsa:18/06573-6 - Detecção de falhas experimentais em um edifício utilizando sistemas imunológicos artificiais, BP.IC
Assunto(s):Detecção de falhas   Sistema ciber-físico   Sistemas imunológicos artificiais   Integridade estrutural

Resumo

Nos últimos anos é assistido ao advento dos sistemas ciber-físicos (cyber-physical systems - CPS). Estes sistemas são geralmente compostos por elementos computacionais colaborativos (sensores, hardware e software) com o objetivo de controlar e gerir sistemas ou estruturas, impedindo que catástrofe e/ou acidentes aconteçam, assegurando a vida das pessoas e evitando prejuízos econômicos. Este projeto de pesquisa apresenta a proposta inovadora para detecção de danos em estruturas de acordo com o conceito de sistemas ciber-físico, enraizados em procedimentos clássicos provenientes do monitoramento de integridade estrutural(SHM-structure health monitoring), com núcleo de processamento e a tomada de decisão oriundo da inteligência artificial (IA). Dessa forma, evolui-se o SHM tradicional para o sistema de monitoramento de integridade estrutural físico cibernético. Da inteligência artificial, será utilizado o sistema imunológico artificial (SIA)- aplicado através do algoritmo de seleção negativa (ASN)- e rede neural- aplicado através das redes neurais autoencoders (DPAC-autoencoders). Cada método inteligente artificial terá um processamento independente, atuando na tomada decisão a respeito da integridade estrutural. Assim, também será objetivo desta pesquisa comparar estes dois métodos inteligentes observando a eficiência, a precisão e o tempo de processamento. A metodologia ciber-física de monitoramento, será aplicada aos dados experimentais obtidos da passagem superior Z-24 localizada na Suíça. A partir da aquisição e processamento dos sinais obtidos será elaborado e aplicado a inteligência artificial atuando no núcleo de processamento do estado estrutural. Portanto, este projeto apresenta a evolução do sistema monitoramento de integridade estrutural tradicional para um modelo de sistema ciber-físico com tomada de decisão baseado na inteligência artificial. Dessa forma, a detecção atempada de dano será mais eficaz e autônoma, representando a inovação nas técnicas de detecção de dano estrutural. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)