Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação da concentração de iodo urinário na gestação com os desfechos maternos e neonatais: revisão sistemática

Processo: 20/09621-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Vania dos Santos Nunes Nogueira
Beneficiário:Maryan Borcsik Marum
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   Gravidez   Iodo   Urina   Bases de dados científicos   Revisão sistemática   Meta-análise   Métodos de análise   Estudos de coortes

Resumo

A concentração urinária de iodo é utilizada como indicador de deficiência de iodo em mulheres gestantes. Entretanto, não há evidência suficiente se esses resultados laboratoriais possuem relação com importantes desfechos maternais, neonatais e infantis. Objetivos: Este estudo busca avaliar se baixos níveis de concentração urinária de iodo em mulheres gestantes, quando comparados a valores normais, estão associados a prejuízo nos desfechos maternos, neonatais e infantis. Métodos: Será realizada uma revisão sistemática da literatura de acordo com a metodologia do Joanna Briggs Institute (JBI) para estudos de risco e etiologia. Serão incluídos estudos de coorte prospectivos nos quais gestantes com concentração urinária baixa de iodo foram comparadas a gestantes com concentração normal de iodo urinário. Os desfechos maternais primários analisados serão hipotireoidismo e nascimento pré-termo; os neonatais/infantis serão mortalidade perinatal, baixo peso ao nascimento, hipotireoidismo neonatal ou hormônio estimulante da tireoide (TSH) elevado. Quatro estratégias gerais e adaptativas de pesquisa foram criadas para as seguintes bases de dados de saúde eletrônicas: Embase, Medline e LILACS. A seleção dos estudos, a extração de dados e a análise de risco de viés serão realizadas por dois revisores independentemente. O risco de viés será avaliado de acordo com o instrumento de risco de viés de estudos de etiologia e risco do JBI. Desfechos similares medidos em pelo menos dois ensaios serão plotados na meta-análise a partir do uso do software SUMARI do JBI. Selecionaremos os efeitos randômicos como o modelo de análise para a meta-análise. A qualidade da evidência será gerada de acordo com o GRADE (Grading of Recommendations Assessment, Development, and Evaluation). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)