Busca avançada
Ano de início
Entree

Argumentação jurídica em conflitos fundiários urbanos paulistas: análise a partir dos julgados no Tribunal de Justiça de São Paulo

Processo: 19/24724-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2020
Vigência (Término): 30 de novembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Direito - Direito Público
Pesquisador responsável:Josué Mastrodi Neto
Beneficiário:Beatris Rosas Cleto
Instituição-sede: Faculdade de Direito. Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Organização das Nações Unidas (ONU)   Objetivos de desenvolvimento sustentável   Decisão judicial   Movimentos sociais   Função social da propriedade   Justificação

Resumo

A pesquisa pretende verificar se o atual entendimento do Tribunal de Justiça de São Paulo acerca dos conflitos possessórios tende a privilegiar, sistematicamente, a posição do proprietário e não a dos movimentos sociais que lutam por moradia, ou se há influência nas decisões a partir do cumprimento das diretrizes internacionais da ONU nas ratio decidendi. Os dados da pesquisa partem de uma amostragem de ações possessórias do Tribunal de Justiça de São Paulo durante o período de 2016 a 2020, distribuídas nos 20 municípios que compõem a região metropolitana de Campinas (RMC). Esta pesquisa será realizada sobre decisões judiciais havidas a partir de 2016 para verificar se as edições dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e da Nova Agenda Urbana, pelas Nações Unidas, influenciaram a interpretação judicial de forma mais favorável à função social da propriedade e à função social da cidade. A jurimetria será utilizada para compilar e analisar o conteúdo jurisprudencial das ações de manutenção, interdito proibitório e reintegração de posse de imóveis ocupados, acompanhada do método hipotético-dedutivo para responder se as decisões proferidas no âmbito do TJSP revelam a proteção de interesses particulares na proteção da propriedade em seu conceito puro e simples, em detrimento do interesse social/coletivo pautado por movimentos sociais que buscam acesso à terra urbana e à moradia digna a partir da proteção da função social dessas propriedades. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)