Busca avançada
Ano de início
Entree

Sedimentos antropogênicos e não antropogênicos em abrigos: usando micromorfologia e mineralogia para explorar os processos de formação dos sítios Abrigo do Alvo, Abrigo Roncador e Abrigo Maximiano, estado de São Paulo, Brasil

Processo: 20/04283-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 11 de janeiro de 2021
Vigência (Término): 10 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Teoria e Método em Arqueologia
Pesquisador responsável:Astolfo Gomes de Mello Araujo
Beneficiário:Arlys Nicolás Batalla Crossa
Supervisor no Exterior: Charles Andrew Ivey French
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Cambridge, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/14293-3 - Interações humanas com o ambiente em diferentes sítios ao longo do tempo: aproximação Geoquímica à formação dos sítios Abrigo do Alvo, Abrigo Roncador, e Abrigo Maximiano, BP.DR
Assunto(s):Sedimentos   Geoarqueologia   Espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier

Resumo

O estudo de materiais microscópicos vem sendo cada vez mais incorporado pelos/as geoarqueólogos/as para explorar as interações entre seres humanos e o ambiente na matriz do solo/sedimento das paisagens e sítios. Este projeto BEPE tem por intuito o estudo dos processos deposicionais e post-deposicionais induzidos e não induzidos pelos seres humanos em três sítios arqueológicos abrigados do sudeste do Brasil, através da análise dos componentes microscópicos por meio de micromorfologia e de espetroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR). Usando tanto amostras soltas e intactas dos sítios Abrigo do Alvo, Abrigo Roncador e Abrigo Maximiano quanto amostras de contextos off-site, eu procuro estudar a fábrica e os componentes não detectáveis por outras técnicas. As análises serão desenvolvidas durante um estágio de cinco messes (desde janeiro até junho de 2021) no Charles McBurney Laboratory for Geoarchaeology, University of Cambridge, no Reino Unido. O estágio vai contribuir de maneira substancial para a compreensão dos componentes minerais e não minerais que fazem parte da história deposicional dos três sítios. E vai trazer chaves fundamentais para o possível efeito dos minerais autigênicos (e.g., fosfatos) na preservação dos materiais arqueológicos, como o caso dos ossos no Abrigo Roncador. O estágio também vai ser uma forma de entrar em contato com as mais novas perspectivas e debates sobre geoarqueologia num ambiente internacional.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)