Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização das técnicas de produção e investigação da viabilidade do uso do MgB4O7:Ce,Li como material dosimétrico

Processo: 20/06268-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2021
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2023
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Nuclear - Aplicações de Radioisótopos
Pesquisador responsável:Linda Viola Ehlin Caldas
Beneficiário:Daniel Andrade Azevedo de Vasconcelos
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/05982-0 - P&D&I em metrologia das radiações na área da saúde, AP.TEM
Assunto(s):Dosimetria   Monitoramento   Nêutrons   Boratos   Magnésio   Radiação ionizante   Dosimetria por luminescência estimulada opticamente   São Paulo (SP)

Resumo

O aumento constante da exposição às radiações ionizantes e nêutrons deve-se, principalmente, ao aumento da demanda por serviços da área médica, como radiodiagnóstico e radioterapia. Se por um lado o aumento desses números está relacionado a uma melhoria da qualidade de vida da população, por outro, há um aumento dos riscos relacionados ao emprego dessas tecnologias, tornando cada vez mais necessário o uso de detectores mais sensíveis, estáveis e reprodutíveis. Atualmente não existe, entre os materiais dosimétricos disponíveis comercialmente, um que preencha todos os requisitos de aplicações na área médica, mapeamento de dose 2D e dosimetria de nêutrons. Além disso, é desejável que esse material tenha propriedades de Luminescência Opticamente Estimulada (LOE), técnica dosimétrica que, apesar de recente, já é utilizada e, devido às suas várias vantagens, tende a ser o padrão no futuro. Dentre os materiais com maior potencial de superar essas limitações, está o MgB4O7. Além da já conhecida tecido equivalência (Zeff=8.2) e alta sensibilidade, trabalhos recentes mostraram não só a possibilidade de utilização das propriedades LOE deste material, sendo sensível tanto para radiações ionizantes quanto para nêutrons, mas o quão promissor é, quando dopado com cério e lítio, em comparação aos dosímetros comerciais. Contudo, ainda existem melhorias a serem feitas no processo de produção. Diante desses fatos, este projeto visa investigar e otimizar os principais métodos de síntese do MgB4O7, mostrar sua viabilidade nas áreas de dosimetria médica e monitoramento pessoal, tanto para radiações ionizantes, quanto para nêutrons, seguindo as normas nacionais e internacionais vigentes, e aplicá-lo em clínicas e hospitais de São Paulo, após confirmada sua viabilidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)