Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da voz de irmãos gemelares: estrutura acústica e zigosidade

Processo: 20/14250-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2020
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Convênio/Acordo: Natura
Pesquisador responsável:Emma Otta
Beneficiário:Lilian Cristina Luchesi
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50282-5 - Positive psychology and neuroscience: translational research to promote well-being and emotional regulation, AP.PCPE
Assunto(s):Epigênese genética   Bioacústica   Fala   Estudo em gêmeos   Gêmeos   Gêmeos monozigóticos

Resumo

A teoria acústica que explica a produção da fala humana baseia-se na combinação entre efeitos gerados pela "fonte" de energia sonora com efeitos gerados pelo "filtro" supra laringeal. O resultado da "filtragem da onda" é o realce ou atenuamento de certas frequências acústicas, de acordo com a forma e o tamanho do trato superior. Por essa razão, é possível que mesmo entre irmãos gêmeos, haja um mínimo de diferenças anátomo-funcionais-desenvolvimentais que se reflitam na voz. Nossa questão é, como? Para respondê-la, a bolsista será treinada a utilizar o programa aberto Praat para obter medidas da fala que permitam comparar o nível de semelhança acústica entre irmãos monozigóticos (MZ) com irmãos dizigóticos (DZ). As medidas serão tomadas degravações de 80 pares de gêmeos MZ e DZ do banco de dados do projeto ao qual a bolsa está vinculada. A análise multifatorial levará em conta o sexo, a idade e zigosidade dos emissores. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)