Busca avançada
Ano de início
Entree

Anatomia de nuvens convectivas sobre a Amazônia (ACCA)

Processo: 20/13273-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2020
Vigência (Término): 31 de outubro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Paulo Eduardo Artaxo Netto
Beneficiário:Micael Amore Cecchini
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/17047-0 - O ciclo de vida de aerossóis e nuvens na Amazônia: emissões biogênicas, emissões de queimadas e impactos no ecossistema, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Nuvens   Aerossóis   Umidade   Sazonalidade   Chuva   Secas   Mudança climática   Amazônia

Resumo

Nuvens convectivas desempenham um papel fundamental nos orçamentos de água, carbono e energia na Amazônia. A poluição emitida pela queima de biomassa ou atividades antropogênicas perturba significativamente as características da nuvem, aumentando o número de gotas e reduzindo seu tamanho médio. Propomos uma nova abordagem para investigar se tais mudanças levam ao fortalecimento ou inibição das nuvens, respectivamente aumentando ou diminuindo sua área horizontal, profundidade e probabilidade de transição de convecção rasa para profunda. A originalidade depende da integração de processos microfísicos, dinâmicos e químicos. O projeto é oportuno, uma vez que estudos recentes ligaram nuvens convectivas profundas à formação de novas partículas de aerossol na troposfera superior que, posteriormente, nuclear nuvens na camada limite. Vamos nos concentrar nos processos que ocorrem no núcleo da nuvem e em suas margens. Nossa hipótese combinada é que gotas menores produzem tanto uma intensificação das correntes ascendentes no núcleo, levando ao revigoramento, quanto uma intensificação das correntes descendentes nas margens, promovendo a inibição. Propomos analisar objetivamente a variabilidade diurna da anatomia da nuvem convectiva sobre a Amazônia usando experimentos numéricos de alta resolução (escala de metros) e medições recentes de sensoriamento remoto e baseadas em aeronaves. O Pós-Doutor participou ativamente de diversas campanhas de medição na região, conforme consta em seu currículo. O resultado do ACCA nos permitirá entender como o ciclo diurno das nuvens depende da instabilidade, cisalhamento do vento e umidade para identificar regimes de fortalecimento de aerossóis ou inibição de nuvens e o efeito na transição raso-profundo. Isso é crucial para representar a sazonalidade local, uma vez que as concentrações de aerossol abrangem mais de 2 ordens de magnitude entre as estações chuvosa e seca. Este novo entendimento visa reduzir a incerteza em torno das nuvens na região amazônica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CORREIA, ALEXANDRE L.; MENDONCA, MARINA M.; NOBREGA, THIAGO F.; PUGLIESI, ANDRE C.; CECCHINI, MICAEL A.. Multi-Year Study of GOES-13 Droplet Effective Radius Retrievals for Warm Clouds over South America and Southeast Pacifi. TMOSPHER, v. 13, n. 1, . (20/13273-9, 10/15959-3)
PARDO, LIANET HERNANDEZ; MACHADO, LUIZ A. T.; MORRISON, HUGH; CECCHINI, MICAEL A.; ANDREAE, MEINRAT O.; POEHLKER, CHRISTOPHER; POESCHL, ULRICH; ROSENFELD, DANIEL; VENDRASCO, EDER P.; VOIGT, CHRISTIANE; et al. bserved and Simulated Variability of Droplet Spectral Dispersion in Convective Clouds Over the Amazo. JOURNAL OF GEOPHYSICAL RESEARCH-ATMOSPHERES, v. 126, n. 20, . (16/24562-6, 20/13273-9, 19/06988-4)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.