Busca avançada
Ano de início
Entree

Os papéis de Verena Stolcke: os primeiros anos da história do Departamento de Antropologia da Unicamp

Processo: 20/13935-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2020
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Teoria Antropológica
Pesquisador responsável:Luís Felipe Bueno Sobral
Beneficiário:Luísa Registro Fonseca
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:19/05567-5 - Historiografia da antropologia, AP.JP
Assunto(s):Historiografia   Etnografia   Preservação e conservação de acervos

Resumo

Em 1970, diante do convite da então recém-criada Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Verena Stolcke (1938-) fundou e desenvolveu, ao lado de Antonio Augusto Arantes e Peter Fry, o curso de antropologia dessa instituição. Atualmente professora emérita da Universitat Autònoma de Barcelona, na qual se estabeleceu após vários anos na Unicamp, suas pesquisas concernem especialmente ao mundo ibérico transatlântico, com destaque para Cuba, Brasil e Espanha, estudado por meio de uma antropologia histórica que prioriza as noções de raça e gênero. O acervo de Stolcke compreende dois metros e meio lineares de documentação, incluindo quatrocentos e quarenta negativos fotográficos, aparentemente referentes a uma pesquisa de campo etnográfica, além de cadernos de campo, material de pesquisa histórica e manuscritos. Tal acervo remonta sobretudo ao período de Stolcke na Unicamp, de modo que sua classificação e pesquisa iluminará os primeiros anos da história do Departamento de Antropologia dessa instituição.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)